Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Em dia positivo, Brasil movimenta o quadro de medalhas de Tóquio

Bronze do judoca Daniel Cargnin e prata do skatista Kelvin Hoefler deram impulso ao Brasil; China e Japão brigam pelo topo, com EUA chegando

Por Luiz Felipe Castro Atualizado em 27 jul 2021, 12h43 - Publicado em 25 jul 2021, 12h01

O segundo dia com entrega de medalhas nos Jogos Olímpicos de Tóquio foi bastante favorável ao Brasil, que conseguiu bons resultados e conquistou suas primeiras medalhas, a prata de Kelvin Hoefler no skate e o bronze do judoca Daniel Cargnin na madrugada deste domingo, 25. A China permanece no topo da disputa, mas já tem a concorrência de Japão e também dos Estados Unidos, que alcançaram seus primeiros pódios.

Além do skate, que pode trazer mais medalhas, especialmente nas categorias femininas, o dia marcou a estreia de outra modalidade que agrada ao público jovem: o surfe. Novamente, o Brasil confirmou seu favoritismo n praia de Tsurigasaki, na região de Chiba, com a classificação direta dos campeões mundiais Gabriel Medina e Ítalo Ferreira, na chave masculina, e Silvana Lima e Tatiana Weston-Webb, na feminina.

Outro resultado de destaque veio na canoagem com Ana Sátila, que se classificou para a semifinal do K1 slalom. Em sua terceira participação olímpica, a atleta mineira terminou em sexto no geral, com tempo de 106s82. A semifinal e a disputa por medalhas acontecem na madrugada de  terça-feira, 27.

Canoísta Ana Sátila
Canoísta Ana Sátila COB/Divulgação

A seleção feminina de handebol arrancou um empate em 4 a 4 com o ROC (Comitê Olímpico Russo), a atual campeã da modalidade, em um ótimo resultado no início da disputa. No tênis de mesa, o brasileiro Gustavo Tsuboi avançou à terceira fase ao bater o romeno Ovidiu Ionescu por 4 sets a 1, com parciais de 11-6, 9-11, 13-11, 11-9 e 11-9. Já a seleção brasileira masculina de futebol ficou no 0 a 0 com a seleção da Costa do Marfim.

No boxe, Wanderson Oliveira venceu o sírio Wessam Salamana, que participa pela equipe olímpica de refugiados, e garantiu a classificação para as oitavas de final na categoria até 63 kg. Pela ginástica feminina do Brasil, Flavia Saraiva se machucou, mas conseguir ir à final na trave. Ela precisou desistir das outras competições e é dúvida para o restante dos Jogos.

Na natação, o revezamento 4×100 metros livre masculino do Brasil passou para a grande decisão e está na briga por medalha. Por fim, no vôlei feminino, o Brasil bateu a Coreia do Sul por 3 a 0 pelo grupo A.

A expectativa de medalhas crescerá ainda mais na madrugada de domingo para segunda com a disputa do skate feminino. Confira, abaixo, o quadro de medalhas.

Continua após a publicidade
Publicidade