Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em decadência, Jô vai ganhar R$ 350 mil por mês no Corinthians

Aos 29 anos, atacante retornará ao clube pelo qual se profissionalizou e tentará provar que confusões e excessos na noite ficaram no passado

O atacante Jô acertou nesta segunda-feira o seu retorno ao Corinthians. O jogador com passagens pela seleção brasileira assinou contrato válido por três temporadas e já participou de treinamentos no CT Joaquim Grava. Mesmo após temporadas ruins – seu último clube foi o Jiangsu Suning, da China – o jogador de 29 anos volta a Itaquera com status de estrela: receberá 350.000 reais mensais de salários do clube que o revelou. 

Desligado do clube chinês no início do semestre, Jô estava treinando por conta própria em Belo Horizonte e chegou a receber algumas sondagens, mas foi o Corinthians quem demonstrou maior interesse. O atleta retorna ao clube pelo qual se profissionalizou em 2004. Ele é o atleta mais jovem a ter atuado pela equipe principal do Corinthians e também o mais novo a marcar um gol, com apenas 16 anos.

Depois de conquistar o Brasileirão de 2005 pelo Corinthians, Jô passou por CSKA Moscou, Manchester City, Everton, Galatasaray, Internacional, Atlético-MG, Al-Shabab e Jiangsu Suning. Sua melhor fase foi na equipe mineira, pela qual conquistou, ao lado do antigo amigo Ronaldinho Gaúcho, a Libertadores de 2013. O bom momento o levou para a Copa do Mundo de 2014, mas seu futebol não foi mais destaque desde então.

Jô, atacante da equipe paulista, disputa bola durante jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, em 2004, ano que as equipes empataram duas vezes: 0 a 0 e 1 a 1. Jô, em ação pelo Corinthians, em 2004

Jô, em ação pelo Corinthians, em 2004 (veja.com/VEJA)

Embora o Corinthians ainda não tenha confirmado o acerto, o meia Giovanni Augusto, que concedeu entrevista nesta segunda-feira, revelou que o atacante já estava no CT Joaquim Grava. Giovanni Augusto relembrou os tempos em que atuou com Jô no Atlético-MG e o fato de ambos terem criado problemas fora de campo.

“Ele assume isso, acho legal. Eu já passei por isso também. Era complicado na noite, mas são fases. Graças a Deus nós acordamos a tempo para a vida. Ele está mais tranquilo e mais sossegado. Dá para ver que mudou. É um cara de energia boa, fico feliz que ele mudou. Espero que chegue para fazer a diferença”, disse o meia.

Jô, que garante ter deixado as baladas no passado, deve ser apresentado oficialmente ao longo desta semana, mas só poderá atuar em 2017. O clube também já acertou a contratação de outro atacante, Luidy, do CRB, que só chega no fim do ano.

(com Estadão Conteúdo)

 

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Esse tipo de matéria é um tapa na cara da sociedade !! 12 milhões de desempregados, salario mínimo de 880 reais por mês, e ai me vem um cidadão e publica que um jogador de futebol esta em decadência e por isso com vinte nove anos de idade ele ira ganhar míseros 350 mil reais por menos… se uma pessoa comum ganhando um misero salario mínimo, se ela trabalhar trinta e cinco anos e não gastar um único centavo, a mesma terá ganho 369 mil e 600 reais… somente 19 mil a menos que o jogador de futebol ai dito em decadência ganha por mês… lamentavel

    Curtir

  2. Rogerio Reis

    Ohhhh!!! Coitado, só isso de salário…..e os professores???…

    Curtir

  3. Paulo Santos

    Será que ele pega ametade desse valor ? Acho muito estranho um jogador que destruiu, de certa forma, sua carreira volte com um salário milionário. Acompanhem sua declaração de rendimentos.

    Curtir

  4. Esses dirigentes são irresponsáveis e deveriam pagar esses salários do bolso. Vai ver se eles pagam isso para funcionários de suas empresas…O clube deve 1.6 bi do estádio e vai pagar essa grana para um meia bôca e ainda com histórico problemático ? Só mesmo trouxas para se sacrificar para torcer por esses times

    Curtir