Clique e assine a partir de 9,90/mês

Em busca de paz, Palmeiras decide vaga contra o confortável Vasco

Por Da Redação - 24 ago 2011, 20h15

Como se não bastasse a série de seis jogos sem vitórias na temporada, o Palmeiras ainda viu a Gaviões da Fiel anunciar que Kleber teria sido seu sócio. Mesmo sem o Gladiador confirmar a informação, o Verdão busca um pouco de paz neste momento e a forma mais rápida de conseguir a calmaria é conseguindo a classificação para a próxima fase da Copa Sul-americana. O duelo será nesta quinta-feira, às 20h15 (de Brasília), diante do Vasco, que, ao contrário do adversário, atravessa um momento bastante confortável.

Com a vantagem de poder perder por um gol de diferença, o time cruz-maltino visita o Alviverde, no Pacaembu, com a tranquilidade de ter vencido o primeiro confronto por 2 a 0. Apesar da desvantagem, o lateral direito Cicinho acha possível triunfar por três gols de vantagem para avançar.

‘O objetivo é fazer estes três gols, mas sabemos que não é fácil. O Vasco tem um time bom e vai ser complicado, mas estamos tranquilos e focados para este objetivo. Não adianta sair desesperado e deixar tudo aberto lá atrás. Fazer o gol no começo seria importante’, afirmou.

Apesar da aparente confusão, Luiz Felipe Scolari avisa que seu time recebeu bem a provocação da Gaviões. ‘Eles estão brincando muito mais que o comum, porque dá uma relaxada no ambiente. Para mim, foi ótimo’, afirmou o comandante palmeirense.

Por outro lado, o pentacampeão assegura que não vai ficar no banco de reservas no jogo, deixando seu auxiliar Murtosa à beira do gramado. Felipão quer evitar contato com seu novo desafeto, o assistente Roberto Braatz.

Continua após a publicidade

O duelo desta quinta pode ser visto como um exercício de concentração para as duas equipes, que no fim de semana têm clássicos contra seus principais rivais pelo Brasileirão. O Vasco é o quarto colocado na competição nacional, com 34 pontos, um a menos que o Flamengo, seu próximo rival. Já o Verdão, que encara o líder Corinthians, tem 29 pontos e pretende entrar na zona de classificação para a Libertadores.

Mesmo reconhecendo que é complicado não pensar no Flamengo, os jogadores do Vasco garantem que estão focados no confronto diante do Palmeiras, pois ninguém em São Januário admite perder a classificação depois de ter vencido em casa por 2 a 0.

‘Nosso pensamento neste momento está focado na partida contra o Palmeiras, pois precisamos avançar na Copa Sul-americana e não queremos que uma eliminação venha a nos abalar neste momento. Depois é que vamos pensar na partida contra o Flamengo. São dois jogos muito complicados e que vão exigir muito de nossa equipe. Portanto, temos que pensar em um de cada vez’, disse o zagueiro Dedé.

Somente uma vitória sobre o Vasco pode dar paz ao Verdão antes do jogo contra seu maior rival. Com isso, a presença da torcida alviverde no Pacaembu é considerada essencial pelo maior ídolo do clube, o goleiro Marcos.

‘Vai ser uma batalha, porque precisamos fazer dois ou três gols, e com o detalhe de que não podemos sofrer. Neste momento, a presença da torcida é fundamental. No ano passado, contra o Vitória (também pela Copa Sul-americana), a torcida encheu o Pacaembu e apoiou mesmo nos momentos de dificuldade. Agora, precisa ser igual. Com toda a certeza, vamos fazer o possível e o impossível para tentar a classificação’, avisou.

Continua após a publicidade

Cientes de que os palmeirenses entrarão em campo pressionando, os vascaínos entendem que não podem se fechar na defesa, sob pena de darem campo ao rival.

‘Nós sabemos que um gol marcado vai mudar completamente a partida, pois vai deixar o Palmeiras em situação muito delicada. O time deles já deve buscar o ataque naturalmente porque precisa marcar gols, mas, se sofrer um, vai ter que se expor ainda mais e poderemos ter mais condições de definir a classificação. Portanto, vamos em busca de uma vitória’, disse o goleiro Fernando Prass.

Para este jogo, Ricardo Gomes não poderá contar com o meia Felipe, que se submeteu a uma cirurgia por conta de lesão no menisco do joelho direito, e nem com o lateral esquerdo Julinho, que vem sofrendo com lesão na coxa direita. Além disso, pensando no clássico contra o Flamengo, o treinador vai poupar o zagueiro Anderson Martins, o volante Eduardo Costa, o meia Juninho Pernambucano e os atacantes Eder Luis e Alecsandro.

As principais novidades ficam por conta do meia Leandro, que vai atuar no ataque, e do volante Allan, que retorna após conquistar o título do Mundial Sub-20 com a camisa da seleção brasileira. O volante Jumar vai atuar improvisado na lateral esquerda.

Já no Palmeiras, o técnico Luiz Felipe Scolari tem à disposição seu time considerado titular. Gabriel Silva retornou da seleção Sub-20 e reclama de dores na coxa, mas deve ser liberado pelos médicos e disputa posição com Gerley.

Continua após a publicidade

O chileno Valdivia, por sua vez, cumpriu suspensão e está de volta à formação titular. Na frente, o treinador faz mistério se Maikon Leite será escalado. Se optar por um time mais cauteloso, Felipão pode manter o ex-santista no banco e apostar novamente na formação com três volantes.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X VASCO

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 25 de agosto de 2011 (Quinta-feira)

Continua após a publicidade

Horário: 20h15(de Brasília)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (Brasil)

Assistentes: Carlos Beckenbrock (Brasil) e Ricardo Marques (Brasil)

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho, Thiago Heleno, Henrique e Gerley (Gabriel Silva); Chico, Márcio Araújo (Maikon Leite), Marcos Assunção e Valdivia; Kleber e Luan

Técnico: Luiz Felipe Scolari

Continua após a publicidade

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Renato Silva e Jumar; Rômulo, Allan, Bernardo e Diego Souza; Leandro e Elton

Técnico: Ricardo Gomes

Publicidade