Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em Belém, Jefferson vê decisão para futuro de ‘Seleção nacional’

O título do Superclássico das Américas não está entre os mais importantes do mundo e, ainda assim, alguns representantes da Seleção Brasileira consideram fundamental a conquista. O goleiro Jefferson acha que o título pode abrir espaços a alguns nomes para integrar o time principal do Brasil na preparação para a Copa do Mundo de 2014.

‘Esse jogo é decisivo para todos os atletas que têm condições de estar em próximas convocações. Não tem amistoso, há uma rivalidade. Vamos buscar vitória’, avisou o arqueiro do Botafogo.

Mesmo sem as opções que atuam fora do país, o Brasil terá nomes com poder de desequilíbrio em campo, como Ronaldinho Gaúcho e Neymar. Ambos já demonstraram qualidade em ganhar jogos com uma jogada individual.

‘Temos de nos concentrar em nossos jogadores, aqueles que fazem a diferença, vamos impor nosso ritmo’, prometeu Jefferson.

A importância do arqueiro do Botafogo contra a Argentina irá crescer caso o jogo termine empatado. Nesta situação, o título será definido nas penalidades. Jefferson concorda que vai sofrer, porém, com a dificuldade da falta de conhecimento do estilo de cobrança de alguns adversários.

‘É procurar estudar de algum jeito e também esperar o máximo na hora da cobrança, tentar sair com tranquilidade na direção da bola’, disse.