Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Eliminado no quali, pupilo de Larri reclama de organização em SP

Por Da Redação - 3 jan 2012, 14h11

O tenista alagoano Tiago Fernandes, de 18 anos de idade, foi eliminado nesta terça-feira na última rodada do qualifying do Challenger de São Paulo, com uma derrota para Bruno Sant’anna por 6/4 e 6/2. Treinado por Larri Passos, ex-técnico de Guga, o jovem, vencedor do Aberto da Austrália juvenil de 2010, reclamou da organização do torneio, que o colocou para abrir o dia de disputas no Parque Villa-Lobos, após ele ter realizado dois jogos no dia anterior.

‘Esse torneio é sempre assim. Todo ano chove e você acaba fazendo dois jogos no mesmo dia. Infelizmente ontem tive que jogar cinco sets, porque tive dois jogos duro e hoje me colocaram como primeiro jogo do dia [às 10h de Brasília]. Como o hotel fica a uma hora daqui, tive que acordar às 6h30. Tive menos de 12 horas de descanso’, afirmou.Cabeça de chave 3 do qualifying, Tiago Fernandes estreou na segunda-feira, derrotando o compatriota Caio Silva por 6/4, 1/6 e 6/2. No mesmo dia, voltou à quadra e superou o também brasileiro Ricardo Siggia, com 6/4 e 7/5. Somados, os dois jogos do alagoano duraram quase 3h30min.

Nesta terça-feira, Fernandes não resistiu ao jogo de Bruno Sant’anna, que conseguiu quebrar o saque do alagoano quatro vezes e garantiu uma vaga na chave principal do torneio, após 1h17min de jogo. O pupilo de Larri pediu atendimento do fisioterapeuta durante a partida e disputou os últimos games visivelmente cansado.’Para resumir, o Bruno jogou melhor do que eu. Sobre o jogo, não tenho o que falar, mas as condições do torneio não ajudam muito’, analisou o tenista, que viaja à Escócia para disputar dois Futures e depois vai até o Egito, onde também participa de duas competições do mesmo nível.

Larri Passos acompanhou a partida entre Tiago Fernandes e Bruno Sant’anna na manhã desta segunda-feira. O treinador elogiou o rival de seu pupilo – os dois integram o Projeto Olímpico comandado pelo ex-técnico de Guga -, mas também ressaltou as dificuldades causadas pela maratona de jogos.

Publicidade

‘O Tiago tem 18 anos. Se jogar cinco sets em um dia e depois às 10h do seguinte, a musculatura não se recupera. Ele ainda não está preparado para esse tipo de dificuldade. Mas ele fez três jogos no quali e esse era o objetivo aqui’, disse Larri.

Publicidade