Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Elenco vascaíno reconhece problemas do time contra o América-MG

Por Da Redação 5 set 2011, 14h19

O elenco do Vasco não procurou desculpas para justificar a derrota de goleada para o lanterna América-MG, na tarde de domingo, em Sete Lagoas. Os jogadores reconhecem que o time esteve irreconhecível nos 4 a 1 diante dos mineiros e consideram que os pontos perdidos na Arena do Jacaré são considerados irrecuperáveis. De consolo, apenas o fato de que alguns concorrentes diretos, como Corinthians e Flamengo, também não tiveram motivos para acordar comemorando na segunda-feira.

‘Infelizmente tivemos uma tarde muito ruim e a derrota acabou prejudicando os nossos planos. Poderíamos ter chegado à liderança, mas não foi possível. O pior é que esses pontos farão muita falta mais na frente, uma vez que o sistema de pontos corridos não permite esse tipo de erro. Pelo menos os nossos concorrentes perderam no domingo’, disse o goleiro Fernando Prass.

O atacante Eder Luis adotou discurso parecido. ‘Não conseguimos nos impor contra o América-MG e agora temos que olhar para frente. Era uma derrota que não estava nos nossos planos e precisamos nos recuperar já a partir do próximo compromisso’, disse Eder.

O técnico interino Cristóvão Borges foi outro a lamentar o tropeço. ‘Foi uma pena, pois não vão acontecer tantas oportunidades tão boas quanto esta para assumir a liderança. Mas nós continuamos bem colocados e, se conseguirmos uma vitória na próxima partida, vamos continuar bem na tabela. É acidente de percurso. Serve de alerta. Nós vivemos um dia daqueles em que a equipe joga muito abaixo do que pode. E ainda pegamos uma tarde feliz do América. Mas, com certeza, foi um acidente de percurso’, justificou o técnico.

O próximo jogo do Vasco no Campeonato Brasileiro será na próxima quinta-feira, às 20h30(de Brasília), diante do Coritiba, em São Januário, no Rio de Janeiro, pela 22rodada da competição. Para este compromisso Cristóvão Borges poderá contar com o retorno do zagueiro Dedé, que estava servindo à Seleção Brasileira no amistoso contra Gana. O jogador vai ocupar a vaga de Victor Ramos e deve dar mais consistência ao setor defensivo, muito criticado diante do Coelho.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)