Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Edu pede comportamento inglês, mas segue disposto a ouvir torcedores

Por Da Redação 8 set 2011, 09h42

O gerente de futebol Edu Gaspar havia se disponibilizado a conversar com os manifestantes que foram ao CT Joaquim Grava para reclamar da queda de rendimento do Corinthians, na terça-feira. Quando ele se encaminhava até o grupo, no entanto, outros torcedores invadiram o local pelos fundos. A situação deixou o ex-jogador com saudades dos tempos em que defendia o Arsenal, da Inglaterra.

‘Temos que repudiar o gesto dos torcedores. Aquele ato não condiz com o que o clube está vivendo no campeonato, mas o Corinthians é assim em algumas coisas, infelizmente. O bacana seria se a nossa torcida se comportasse como a inglesa, que incentiva nos momentos mais difíceis. Os torcedores do Arsenal até aplaudiram o time depois de uma derrota por 8 a 2’, comparou Edu, referindo-se à recente goleada sofrida por seu ex-time diante do Manchester United, pelo Campeonato Inglês.

Assim como o técnico Tite e os jogadores do Corinthians, o gerente de futebol não escondeu a sua irritação com a invasão ao CT. O incidente não muda, no entanto, a postura da direção do clube em relação às organizadas. Um dos fundadores da ‘Pavilhão 9′, o presidente Andrés Sanchez sempre se mostrou aberto a ouvir as reivindicações dos torcedores.’Tivemos um rompimento apenas momentâneo. Fiquei chateado, pois eu tinha me colocado à disposição para o diálogo no dia do protesto. Poderia dar respostas palpáveis para eles, tratando todo mundo de maneira educada, como já fiz outras vezes. Esperava que eles me recebessem, como combinamos. Mas não sei nem se quem entrou no CT era do mesmo grupo. Continuo aí, disponível para qualquer tipo de conversa com a torcida. Tenho uma boa comunicação’, avisou Edu.

Antes mesmo de um novo encontro com torcedores, o dirigente adiantou que não tem faltado disposição ao Corinthians no Campeonato Brasileiro. ‘Estou aqui no dia a dia e vejo os atletas se dedicando, o Tite empenhado. As coisas vão se acertar em campo’, prometeu, ansioso por uma vitória sobre o Flamengo, na noite desta quinta-feira, no Pacaembu.

Continua após a publicidade
Publicidade