Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Edu Dracena anuncia aposentadoria: ‘Momento para sair de cena’

Zagueiro de 38 anos tetracampeão brasileiro vai pendurar as chuteiras no final de 2019

Por Alexandre Senechal - Atualizado em 4 dez 2019, 16h33 - Publicado em 4 dez 2019, 15h10

O dia foi de despedida no Palmeiras. Antes do treino da tarde desta quarta-feira, o zagueiro Edu Dracena concedeu entrevista coletiva e anunciou que vai pendurar as chuteiras após 20 anos de carreira. O jogador, que é reserva da equipe, deve começar o jogo contra o Goiás, na quinta-feira, 5, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro – o Allianz Parque receberá um evento e não poderá sediar o jogo.

“Chegou o momento. Tudo tem começo, meio e fim. A gente tem que saber o momento para sair de cena”, afirmou o zagueiro, segurando as lágrimas para não chorar. Pouco depois, Marcos Rocha, Jaílson e Lucas Lima invadiram a entrevista para cumprimentar o jogador. “Não chorei ainda não”, brincou com os companheiros.

Os dois jogos de despedida do zagueiro de 38 anos serão em palcos onde ele escreveu bons momentos da sua história. A casa do Guarani, em Campinas, foi o local onde tudo começou em 1999. Eduardo Luís Abonízio de Souza, o Edu Dracena, começou a carreira com 17 anos no clube de Campinas. Com boa técnica e liderança, chegou a ser capitão da equipe antes de completar a maioridade.

Após um ano de empréstimo no Olympiacos, de Grécia, acertou com o Cruzeiro em 2003 e ficou até 2006. No clube mineiro, conquistou os títulos do Campeonato Mineiro, da Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro logo na primeira temporada. O último jogo do Palmeiras é contra a Raposa, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Publicidade

Dracena, que leva esse nome em homenagem a cidade homônima onde nasceu, no interior de São Paulo, relembrou os bons momentos nos dois clubes. “O Guarani sempre será lembrado na minha carreira e no meu coração. E Belo Horizonte abriu as portas do mundo para mim. Aquele time ficou marcado na história com a tríplice coroa em 2003”.

Em 20 anos como profissional, Edu Dracena conquistou 18 títulos, incluindo um Brasileirão pelo Corinthians e uma Copa do Brasil, uma Libertadores e uma Recopa Sul-Americana pelo Santos, rivais do clube onde encerra a carreira. Pelo Palmeiras, venceu os Campeonatos Brasileiros de 2016 e 2018. Também jogou no Fenerbahce, da Turquia, entre 2006 e 2009, e conquistou um título do Campeonato Turco.

O zagueiro quer continuar a carreira dentro do futebol. Ele afirma que ainda não recebeu convite de nenhum clube, mas aguarda uma ligação. “Estou focado até domingo. Depois vou sair de férias com a minha família, mas não sei se vou desligar o telefone ou não. Vai que de repente eles ligam”, disse. Perguntado por um repórter de um canal de televisão sobre o futuro, brincou que aceitaria uma vaga no canal. “Se você quiser me chamar para a sua emissora, estou aqui. Vou mandar meu currículo para todo mundo”.

No final da coletiva, não conseguiu conter as lágrimas. O ex-jogador Zé Roberto, que atuou com Dracena no Palmeiras em 2016 e 2017 e hoje é assessor técnico da equipe, pediu o microfone e fez exaltou o companheiro e o casamento duradouro do zagueiro. Emocionado, chamou a esposa Milena e os filhos para a mesa da entrevista e agradeceu. “Eles são meu alicerce. A minha família. Obrigado a vocês, de coração”.

Publicidade