Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Edmundo faz as pazes com Dinamite e aceita despedida

Ex-jogador e dirigente se entenderam na festa do título da Copa do Brasil

Por Da Redação 9 jun 2011, 12h35

Nada melhor que um título para acabar com as brigas internas de um clube. Foi o que aconteceu com o Vasco, que há quase 9 anos não conquistava um torneio nacional, e na última quarta-feira sagrou-se campeão da Copa do Brasil. Em meio a festa, Roberto Dinamite, presidente do clube carioca, aproveitou para fazer as pazes com o ex-jogador Edmundo, com quem brigou logo quando assumiu a presidência e o Vasco foi rebaixado, em 2008.

Edmundo tinha sua imagem ligada ao ex-presidente Eurico Miranda, principal inimigo de Dinamite, em São Januário. Na época do rebaixamento, o jogador estava no elenco e Dinamite havia assumido o cargo há pouco tempo. Em entrevista à Rádio Globo, o presidente elegeu os cinco maiores ídolos do clube: ele próprio, Ademir de Menezes, artilheiro da copa de 1950, Romário, Edmundo e Juninho Pernambucano. “Vamos conversar com o Edmundo para saber se ele tem vontade de participar de um jogo de despedida. Passamos por um momento de muita turbulência, não havia muito tempo para pensar. Vai depender dele. Eu tenho o orgulho de no fim da minha carreira ter jogado com ele, um jogador que representa o que é o Vasco: garra, superação e irreverência”, exaltou. Em seguida, foi a vez de Edmundo falar à Rádio Globo. Antes de fazer as pazes, ele aproveitou para dar uma última cutucada em Dinamite, mas acabou em lágrimas e aceitou o jogo de despedida. “Fico contente com essas palavras, um pouco tardias talvez, mas sempre benéficas. Quanto ao jogo, eu aceito. Não guardo mágoa. Não sou eu que vou perdoar, eu compreendo os momentos das pessoas. Já errei na vida, mas é período de eleição, e na anterior teve gente dizendo que eu fiquei do lado do Eurico, e não gostaria de me meter para que não seja mal interpretado depois”, afirmou. (Com agência Gazeta Press)

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)