Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Eder Luís fratura o pé e desfalca o Vasco na reta final

Por AE

Rio – O Vasco perdeu Eder Luís para este fim de temporada. O atacante fraturou o dedo do pé esquerdo na partida contra o Avaí, sábado, e não joga mais até pelo menos meados de janeiro. Ele não vai poder ajudar a equipe cruzmaltina a superar o Corinthians nesta reta final de Brasileirão.

Líder de assistências do elenco, Eder vai ser operado no fim desta semana e deve ficar no estaleiro entre 45 e 60 dias, segundo previsões do médico Clóvis Munhoz. Com sua lesão, abre-se uma vaga ao lado de Elton no ataque, provavelmente a ser ocupada por Bernardo ou Leandro.

Com o clássico contra o Fluminense, no domingo, e a luta ferrenha pelo título brasileiro, Borges deve definir se vai preservar seus titulares na Copa Sul-Americana, quarta, contra a Universidad de Chile. O treino desta terça pode dar pistas do time que vai a campo. Dois fatores preocupam o técnico vascaíno quanto à escalação de reservas: precisar fazer um bom resultado em casa no jogo de ida e a força do adversário, mais qualificado do que os oponentes enfrentados até aqui.

Difícil mesmo vai ser manter os jogadores concentrados no confronto com os chilenos. Com duas rodadas restantes no Brasileiro e uma desvantagem de dois pontos para o Corinthians, o time só pensa no clássico de domingo e em torcer por um tropeço dos paulistas.

“O Corinthians tem dois jogos difíceis, assim como nós. Figueirense, que luta pela Libertadores, e o Palmeiras, que vai fazer de tudo para vencer o seu maior rival. Nosso torcedor tem que acreditar, pois precisamos deles para fazer bem o nosso papel”, disse o lateral Fagner.

No treino desta segunda, o meia Bernardo se irritou em uma dividida com Leandro Chaparro, a quem tentou agredir com um chute. Borges o retirou da atividade, mas Bernardo retornou pouco depois, conversou com o treinador e voltou a treinar.

MANDO DE CAMPO – O Vasco entrou com recurso contra a perda do mando de campo de uma partida, a ser cumprida contra o Flamengo, na última rodada do Brasileiro. A decisão deve sair na terça-feira. O palco da partida tem sido motivo de polêmica há meses, uma vez que as autoridades de segurança não querem que o jogo seja realizado em São Januário e Botafogo e Fluminense jogarão no mesmo horário no Engenhão.