Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ecologista interrompe entrega de medalhas da canoagem no Pan

Guadalajara (México), 29 out (EFE).- Um ecologista interrompeu neste sábado a cerimônia de entrega das medalhas na prova de K1 200 metros dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara com um cartaz de protesto contra a empresa Minera Metalúrgica Tapalpa, a qual acusa de contaminar o rio Tonaya.

Assim que as medalhas foram entregues, ainda com os atletas no pódio, o manifestante burlou a segurança e subiu ao palco na Pista de Remo e Canoagem da lagoa de Zapotlán, em Ciudad Guzmán, subsede situada a 122 quilômetros de Guadalajara.

O ecologista se colocou diante das medalhistas e abriu o cartaz. A americana Carrie Ann Johnson, que ficou com o ouro, a cubana Darisleydis Amador, prata, e a argentina Sabrina Ameghino, bronze, reagiram com surpresa em um primeiro momento e com sorrisos depois. Agentes da Polícia Federal renderam o homem, cuja identidade não foi revelada, e o levaram do local.

Os habitantes da cidade de Tepalpa, outra sub-sede panamericana, denunciaram diversas vezes que a mineradora, que extrai prata e zinco no município, derrama substâncias tóxicas que estão contaminando os rios da região, uma área agrícola e de criação de gado. EFE