Clique e assine a partir de 8,90/mês

Dunga diz que é um prazer ser técnico em jogo beneficente promovido por Messi

Por Da Redação - 20 jun 2012, 17h41

Bogotá, 20 jun (EFE).- Fora do mundo do futebol desde a Copa do Mundo de 2010, em que dirigiu a seleção brasileira eliminada nas quartas de final, o técnico Dunga voltará à cena nesta quinta-feira, quando comandará a equipe dos Amigos de Messi em amistoso beneficente contra o combinado chamado de Resto Mundo, em Bogotá.

O treinador se disse feliz por poder estar à frente de um time de estrelas como Robinho, Daniel Alves e tantos outros, como o próprio Lionel Messi.

‘Dirigir grandes campeões para uma partida da fundação de Messi é um prazer para nós. Estaremos juntos e aproveitaremos este momento’, declarou Dunga.

A equipe adversária terá como técnico o italiano Fábio Capello, que contará com atletas como André Santos, Diego, Falcao García e Diego Forlán.

‘Dirigir todas estas estrelas é um sonho para todo treinador. É uma coisa fantástica porque é difícil encontrar todos eles juntos’, afirmou Capello em sua chegada à Bogotá.

Velhos conhecidos dos tempos de Santos, o meia Diego e o atacante Robinho também já estão na capital colombiana para o evento. O atleta do Milan minimizou a rivalidade entre os times e afirmou que o objetivo do jogo não é buscar a vitória: ‘Viemos nos divertir e a divertir as pessoas’.

Diego, por sua vez, elogiou um dos anfitriões do duelo, o atacante Falcao García, com quem defendeu o Atlético de Madri na última temporada e de quem será companheiro de time nesta quinta.

Continua após a publicidade

‘Falcão é um dos melhores jogadores do mundo e jogar com ele é sempre um prazer’, disse Diego.

A partida será disputada em benefício de duas fundações colombianas, além da Fundación Leo Messi, e está marcada para as 19h (local, 21h de Brasília).

Messi chegará a Bogotá ainda nesta quarta, concederá entrevista coletiva e depois participará de um jantar beneficente em que serão conhecidas as instituições locais que ficarão com parte da renda do amistoso.

O árbitro do jogo será o argentino Horacio Elizondo, que em 2006 apitou a final da Copa do Mundo, em que expulsou o francês Zinedine Zidane após uma cabeçada no italiano Marco Materazzi durante a prorrogação.

Segundo a organização do evento, as prováveis escalações para a partida são as seguintes:

Amigos de Messi: José Manuel Pinto; Daniel Alves, Diego Lugano, Diego Godín e Gabriel Milito; Wálter Gargano, Javier Mascherano e Robinho; Ezequiel Lavezzi, Lionel Messi e Diego Milito. Técnico: Dunga.

Resto do Mundo: Guillermo Ochoa; Álvaro González, Mario Yepes, John Viáfara e André Santos; James Rodríguez, Marek Hamsik e Diego; Falcao García, Edinson Cavani e Diego Forlán. Treinador: Técnico: Fabio Capello. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade