Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ducati revela os modelos que venderá no Brasil

Diavel, com motor 1.198 cc e 162 cv de potência, será montada em Manaus

Além da Diavel, que será produzida em Manaus (AM) pela Dafra, em regime de CKD (as peças são enviadas separadamente para que sejam montadas no país de destino), a Ducati trará ao Brasil as nakeds Monster 796 e Streetfighter 848, a bigtrail Multistrada 1200 e as superbikes 848 EVO e Panigale 1199. A data exata de início das vendas não foi anunciada, assim como os preços sugeridos dos modelos ou os nomes dos distribuidores.

Leia também:

Triumph, ícone de duas rodas, volta ao país (e mais barata)

Kawasaki lança a Z800, fabricada em Manaus: R$ 35.990

Em outubro de 2012, a Ducati anunciou a produção da Diavel em Manaus e no mês seguinte confirmou seu primeiro ponto de assistência técnica autorizado. Até o fim do ano passado, a Ducati era representada no Brasil pelo grupo Izzo, que também chegou a distribuir motos de marcas como Harley Davidson (Estados Unidos), KTM (Áustria), Triumph (Grã-Bretanha), Husqvarna (Suécia) e MV Agusta (Itália). Destas, apenas a Harley Davidson e a Triumph abriram filiais no Brasil. O fim da parceria entre a Ducati e a Izzo foi conturbado e várias revendas no país foram fechadas.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Os modelos que chegarão ao Brasil podem ser conferidos de perto até o dia 17 de fevereiro, na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC), onde a Ducati – adquirida pela Audi, que pertence ao grupo Volkswagen – mantém um showroom em um shopping center da região.