Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Duas empresas anunciam recall de cadeirinha de bebê

Modelos da Chicco e Burigotto apresentam defeito no fecho do cinto de segurança

A Secretaria Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça, informou que duas empresas estão fazendo recall de suas cadeiras para bebê para uso em automóvel: a Chicco e a Burigotto. A campanha se refere ao modelo Auto-Fix, da Chicco, com o dispositivo “Daphne 0” e comercializadas entre 1º de janeiro de 2010 e 16 de maio de 2013. No caso dos modelos da Burigotto – Burigotto Neonato, Peg-Pérego Tri-Fix K e Navetta XL -, entram na campanha as cadeiras fabricadas entre janeiro de 2010 e maio de 2013.

Leia também:

Leia também: Segurança nos carros: o Brasil ainda está na rabeira

De acordo com a Chicco, o recall abrange 7.842 unidades do produto. Quanto aos riscos à saúde e à segurança, a empresa disse que há possibilidade de o dispositivo de retenção apresentar problema no fecho, o que acarreta desprendimento da criança, com risco de graves ferimentos nela e demais ocupantes do veículo. É necessário fazer a substituição do fecho do cinto de segurança da cadeirinha.

Leia também:

HB20 decepciona em crash test. EcoSport vai bem

New Fiesta e Honda City, os melhores em crash tests

No caso da Burigotto, a campanha abrange 5.122 produtos, que, segundo a empresa, apresentam “defeito no fecho fornecido pela empresa italiana, que pode resultar na abertura do cinto de segurança da cadeira/berço em caso de impacto do veículo”, o que, segundo o Departamento Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), pode acarretar lesões graves às crianças.

O Código de Defesa do Consumidor determina que o fornecedor repare ou troque o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita. Se houver dificuldade, a recomendação é procurar um dos órgãos de proteção e defesa do consumidor. Mais detalhes sobre a campanha de recall estão no site do Ministério da Justiça.

(Com Estadão Conteúdo)