Clique e assine a partir de 9,90/mês

Doping tira medalha de competidores da Rio-2016

Os esportistas foram flagrados com substâncias ilícitas em exames antidoping coletados em agosto durante e após os Jogos Olímpicos

Por Da redação - 8 dez 2016, 18h39

A Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) anunciou nesta quinta-feira que vai tirar a medalha de dois competidores na Olimpíada do Rio de Janeiro flagrados em exame antidoping com substâncias ilícitas no sangue, proibidas de acordo com a lista oficial da Agência Mundial Antidoping (Wada).

O halterofilista romeno Gabriel Sincraian testou positivo para testosterona exógena logo após o encerramento dos Jogos. Bronze da categoria até 85kg, ele perderá a medalha, que será herdada por Denis Ulanov, do Casaquistão. O boxeador russo Misha Aloyan, medalhista de prata na categoria até 52kg, foi flagrado pelo uso de um estimulante proibido, em teste colhido após a final contra o campeão Shakhobidin Zoirov, do Uzbequistão.

O boxeador russo, Misha Aloyan, recebe a medalha de prata durante as Olimpíadas Rio 2016
O boxeador russo, Misha Aloyan, recebe a medalha de prata durante as Olimpíadas Rio 2016 Alex Livesey/Getty Images

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade