Clique e assine com até 92% de desconto

Dois anos após tragédia, Egito tem nova guerra em estádio

Torcida do Al Ahly - o mesmo time envolvido na matança de Port Said - entrou em confronto com a polícia no Cairo. Pelo menos 28 pessoas ficaram feridas

Por Da Redação 21 fev 2014, 11h33

Pelo menos 28 integrantes das forças de segurança do Efito ficaram feridos desde a noite de quinta-feira em enfrentamentos com torcedores do clube Al Ahly nos arredores de um estádio do Cairo. Os vândalos atearam fogo em um carro da polícia e em outros oito veículos, queimaram árvores e lançaram pedras contra os policiais depois da partida entre o Sfaxien, da Tunísia, e o Al Ahly, que venceu o confronto. Pelo menos treze oficiais e quinze recrutas da polícia ficaram feridos enquanto tentavam controlar a situação, de acordo com fonte ouvida pela agência de notícias EFE. Testemunhas dizem que a polícia usou gás lacrimogêneo para dispersar os torcedores violentos. Quinze torcedores do Al Ahly foram detidos, acusados de fomentar o caos.

Em nota oficial, o Ministério do Interior informou que suas forças foram atacadas com rojões, cadeiras do estádio e garrafas. Além disso, o governo egípcio avisou que está reconsiderando a decisão de permitir a presença de público em jogos de futebol no país. As autoridades egípcias revogaram recentemente a proibição da presença de público durante as partidas de torneios continentais africanos. Em jogos dos campeonatos locais, os estádios permanecem de portas fechadas. O veto à presença dos torcedores foi decidido depois da tragédia ocorrida em fevereiro de 2012, quando torcedores do Al Ahly, a equipe mais popular do país, e do Al-Masri entraram em confronto após uma partida em Port Said. Os distúrbios terminaram com a morte de 73 pessoas.

As maiores tragédias em estádios de futebol
Jogo Local Ano Torneio Vítimas
1. PERU X ARGENTINA Lima (Peru) 1964 Torneio Pré-Olímpico 318 mortos e mais de 500 feridos
Depois de invasão de campo, milhares de torcedores correram para as saídas do estádio. Com os portões trancados, centenas de pessoas foram esmagadas.
2. HEARTS OF OAK x KUMASI ASHANTI KOTOKO Accra (Gana) 2001 Campeonato Ganês 126 mortos e 90 feridos
A polícia tentou conter uma briga com bombas de gás lacrimogêneo e os torcedores que tentaram encontraram todas as saídas de emergência trancadas.
3. NOTTINGHAM FOREST x LIVERPOOL Sheffield (Inglaterra) 1989 Copa da Inglaterra 96 mortos e mais de 200 feridos
Cerca de 5.000 torcedores sem ingresso forçaram a entrada no estádio até que a polícia abriu os portões. Eles entraram esmagando quem já ocupava as arquibancadas.
4. MUKTIJODHA x JANAKPUR Katmandu (Nepal) 1988 Amistoso 93 mortos e mais de 100 feridos
Jogo no Nepal entre um time local e outro de Bangladesh. A multidão correu para se proteger de uma chuva de granizo e dezenas de pessoas foram pisoteadas e esmagadas contra os portões.
5. GUATEMALA x COSTA RICA Cidade da Guatemala (Guatemala) 1996 Eliminatórias da Copa do Mundo 84 mortos e mais de 150 feridos
Foram vendidos cerca de 60.000 ingressos, embora o Estádio Mateo Flores não suportasse mais de 45.000. Antes do jogo começar, os torcedores foram espremidos no alambrado.
6. RIVER PLATE x BOCA JUNIORS Buenos Aires (Argentina) 1968 Campeonato Argentino 74 mortos e mais de 150 feridos
Um incêndio numa pilha de papéis picados assustou os torcedores, que correram em direção às saídas do estádio. No corre-corre, gente pisoteada e esmagada contra os portões.
7. SPARTAK MOSCOU x HAARLEM Moscou (Rússia) 1982 Copa da UEFA 66 mortos (340 extra-oficialmente) e 100 feridos
A torcida ia embora quando o Spartak marcou o segundo gol. Muita gente voltou, e os torcedores foram espremidos.
8. CELTIC x RANGERS Glasgow (Escócia) 1971 Campeonato Escocês 66 mortos e 100 feridos
Na comemoração do empate do Rangers, uma escadaria cedeu, empilhando torcedores.
9. BRADFORD x LINCOLN Bradford (Inglaterra) 1985 Campeonato Inglês (3ª divisão) 56 mortos e 200 feridos
Um incêndio nas arquibancadas de madeira levou pânico aos torcedores, que se afunilaram nos portões do estádio.
10. ZAMALEK x DUKLA PRAGA Cairo (Egito) 1974 Amistoso 49 mortos e 50 feridos
O estádio tinha capacidade para 40.000 pessoas, mas teve de suportar 80.000 A estrutura não resistiu e parte das arquibancadas desabou.

Fonte: Mundo Estranho

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade