Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Djokovic supera Federer e bate recorde de semanas seguidas como nº 1

Aos 33 anos, tenista sérvio chegou a 311 semanas consecutivas no topo do ranking da ATP

Por Da Redação Atualizado em 8 mar 2021, 11h44 - Publicado em 8 mar 2021, 11h40

Novak Djokovic não costuma ser citado nas discussões sobre quem seria o maior tenista de todos os tempos — Roger Federer e Rafael Nadal são os principais protagonistas de sua geração —, mas nesta segunda-feira, 8, bateu um relevante recorde que até pouco tempo atrás parecia inalcançável: o de semanas consecutivas na liderança do ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP).

Aos 33 anos, o sérvio alcançou 311 semanas seguidas como número 1 do tênis masculino, uma a mais que a antiga marca de Federer. O terceiro colocado da lista é o americano Pete Sampras, com 286. “Persiga seus sonhos”, escreveu Djokovic em suas redes sociais, agradecendo aos fãs pelas felicitações.

https://twitter.com/DjokerNole/status/1368907916833660928

Djokovic alcançou o topo pela primeira vez em 2011 e não deixa o posto há mais de seis anos. Ele jamais escondeu que o recorde era uma de suas metas. “É um dos meus dois maiores objetivos profissionais, alcançar e ultrapassar o recorde de Roger como o número 1 mais longevo e ganhar o maior número possível de Grand Slams”, afirmou, em 2020.

  • Recém-coroado eneacampeão em Melbourne, Djokovic também está próximo de igualar o recorde de títulos de Grand Slam, como são conhecidos os quatro principais torneios (Aberto da Austrália, Roland Garros, Wimbledon e US Open). O sérvio tem 18, dois a menos que Federer (39 anos, atual sexto do ranking) e Nadal (34 anos, segundo do mundo).

    Tenistas com mais semanas seguidas no topo da ATP:

    1º – Novak Djokovic (SER): 311 semanas

    2º – Roger Federer (SUI): 310

    3º  – Pete Sampras (EUA): 286

    Continua após a publicidade

    4º – Ivan Lend (RTC): 270

    5º – Jimmy Connors (EUA): 268

    6º – Rafael Nadal (ESP): 209

    7º – John McEnroe (EUA): 170

    8º – Bjorn Borg (SUE): 109

    9º – Andre Agassi (EUA): 101

    10º – Lleyton Hewitt (AUS): 80

    13º – Gustavo Kuerten (BRA): 43

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade