Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Djokovic e Serena são nomeados campeões mundiais de 2015

Os líderes dos rankings masculino e feminino foram mais uma vez o destaque da atual temporada; cada um faturou três dos quatro Grand Slams na temporada

A Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) anunciou nesta terça-feira os campeões mundiais da modalidade na temporada de 2015. Como já era esperado, os números 1 do ranking mundial de simples ganharam mais uma vez. O sérvio Novak Djokovic ficou com título entre os homens pela quinta vez na carreira, enquanto a norte-americana Serena Williams venceu entre as mulheres pela sexta vez.

Ambos fizeram campanhas históricas em 2015. Djokovic só não venceu o chamado Career Grand Slam, quando um tenista conquista os quatro maiores torneios do ano, por causa da inusitada derrota na final de Rolland Garros para o suíço Stanilas Wawrinka. No entanto, dentre 16 campeonatos que disputou na temporada, o sérvio participou de 15 finais e ganhou 11 títulos, incluindo os três outros Grand Slams, o Australian Open, Wimbledon e o US Open. Essa é a sua melhor marca da carreira e pela quarta vez ele termina como número 1 do mundo.

“É uma honra ser nomeado o campeão mundial da ITF pela quinta vez. Minha temporada foi a melhor da carreira, com muitos pontos altos. Isso me inspira ainda mais para continuar, e espero seguir jogando neste nível em 2016”, declarou Djoko.

Já Serena, que levou para casa os troféus do Australian Open, Wimbledon e Rolland Garros, terminou 2015 com cinco títulos, mesmo tendo uma série de lesões, e registrou o incrível recorde de 53 vitórias e somente três derrotas no ano. “Significa muito para mim ser nomeada campeã mundial da ITF pela sexta vez. Estou orgulhosa, foi um grande ano para mim. Agradeço pelo reconhecimento e pelo apoio da comunidade do tênis”, comentou a líder do ranking feminino. Nas duplas femininas o prêmio foi para a veterana suíça Martina Hingis e sua parceira Sania Mirza, da Índia. Entre os homens, o holandês Jean-Julien Rojer e o romeno Horia Tecau ficaram com a honraria.

Leia também:

Federer e Hingis farão dupla mista na Rio-2016

Rio-2016: Djokovic diz que Olimpíada será prioridade

Número 1, Marcelo Melo mira ouro na Rio-2016: “É um sonho”

(Com Estadão Conteúdo)