Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Djokovic é eliminado por 55 do mundo na estreia do Masters 1000 de Monte Carlo

Apesar do bom desempenho nos últimos grandes torneios, o número 1 do mundo caiu diante do checo Jiri Vesely, de 22 anos

Por Da Redação 13 abr 2016, 13h48

Depois de um bom começo de ano de Novak Djokovic, com títulos em Indian Wells e Miami – dois dos maiores torneios do circuito da ATP – o número 1 do mundo foi eliminado nesta quarta-feira na estreia do Masters 1000 de Monte Carlo pelo checo Jiri Vesely, número 55 do mundo, por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 2/6 e 6/4, em 2 horas e 6 minutos. O jovem tenista de 22 anos arrancou uma vitória heroica do líder do ranking com consistência aproveitando-se dos erros não forçados do sérvio, que teve sua segunda derrota no ano – ele havia perdido, em fevereiro, para o espanhol Feliciano Lopez, no ATP 500, ao abandonar a partida por causa de uma infecção no olho.

A última derrota de Djoko em torneios Masters, nível inferior apenas aos Grand Slams, havia sido em agosto, quando ele perdeu a final em Cincinnati, nos Estados Unidos, para o suíço Roger Federer. Mas, desta vez, o revés para Vesely surpreendeu por ser logo na estreia e diante de um adversário que nunca havia vencido um tenista ‘Top 10’. O checo espera a definição do confronto entre o italiano Paolo Lorenzi e o francês Gael Monfils.

LEIA TAMBÉM:

“Jamais alguém jogou assim”, diz Nadal sobre Djokovic

Feijão: premiação baixa do tênis pode incentivar manipulação

Escândalo no tênis: atletas espanhóis relatam ameaças de apostadores

O Masters 1000 de Monte Carlo, na França, é o primeiro da série de torneios no saibro. A derrota de Djokovic na primeira partida do ano neste piso põe dúvidas quanto ao seu desempenho na terra batida, na qual tentará em Roland Garros o título inédito no Grand Slam francês, em Paris, que começa em meados de maio.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade