Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Djokovic critica saibro azul: ‘Ou uso chuteiras ou chamo o Chuck Norris’

Madri, 8 mai (EFE).- Depois de ter suado muito nesta terça-feira para vencer o espanhol Daniel Gimeno-Traver, pela segunda rodada do Masters 1000 de Madri, o tenista sérvio Novak Djokovic, líder do ranking da ATP, fez duras críticas ao saibro azul adotado para a competição na capital espanhola.

‘Meu oponente jogou muito bem, estava concentrado. Nos momentos importantes, eu também estive concentrado. Mas, para mim, é impossível se movimentar. Ataquei apenas cinco vezes. No resto, só queria passar a bola, acertar meu saque e buscar o erro dele. Isso para mim não é tênis. Ou uso chuteiras ou chamo o Chuck Norris para jogar nesta quadra’, disparou Djokovic, sob o olhar do diretor do Masters 1000 de Madri, Manolo Santana.

‘Não tenho palavras para descrever a quadra, mas é difícil jogar, principalmente na quadra central. Mas é a forma como as coisas são e não podemos mudar nada. Minha impressão não é boa após ter jogado. Não quero me queixar, mas isso é o que sinto e simplesmente serei sincero. Não tenho problema em dizer isso e espero que tenhamos uma discussão séria sobre o que será este torneio e esta quadra azul no futuro’, completou o número um do mundo.

Na avaliação de ‘Djoko’, o saibro azul é bastante diferente do tradicional, o que faz com que o modo de jogar também tenha que ser alterado.

‘Não há semelhança alguma com a quadra vermelha. É muito mais escorregadia. Não sei se devo julgar a qualidade do saibro, mas acho que o material é diferente. No vermelho, é possível se recuperar após deslizar. Aqui não, sempre escorregamos. Não sei se sou o único que diz isso, mas joguei com outros jogadores e eles compartilham da minha opinião’, destacou o número do mundo, que apontou o que, para ele, é o que mais muda de um tipo de saibro para outro.

‘O quique da bola. A bola volta muito mais baixa que em uma quadra vermelha. O restante é mais ou menos o mesmo. Se você não consegue se antecipar ao quique, tem dificuldades’, acrescentou.

Por fim, Djokovic revelou que ainda não ouviu opiniões favoráveis ao novo tipo de saibro: ‘Não escutei nenhum jogador, homem ou mulher, que diga que gostou da quadra azul’. EFE