Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Djokovic comemora título e temporada vitoriosa após conquista em Abu Dhabi

Por Da Redação 1 jan 2012, 10h33

Depois de terminar o ano com um título no torneio-exibição Mubadala World Tennis Championship e o primeiro lugar no ranking da ATP, o sérvio Novak Djokovic comemorou, neste sábado, a atuação na temporada e as conquistas de 2011.

‘Estou muito feliz com a maneira que venho jogando. Enfrentar os melhores jogadores do circuito desta maneira me enche de confiança’, comentou o sérvio, que venceu o espanhol David Ferrer na final da competição em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, em sets diretos, com parciais de 6/2 e 6/1. ‘Esta é a melhor maneira de começar a temporada 2012’, acrescentou.

Apesar de se tratar de um torneio amistoso, a competição em Abu Dhabi promoveu grandes confrontos e Djokovic teve que passar por adversários de respeito.

A estreia foi contra o francês número 16 do mundo Gael Monfils, que mostrou resistência, mas não conseguiu vencer o físico do sérvio, que venceu por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 4/6 e 6/2. No segundo empate, foi a vez de enfrentar o ex-número um do mundo Roger Federer e embora o retrospecto mostrasse o contrário, a partida foi tranquila para o atual líder do ranking, que aplicou 6/2 e 6/1. Por fim, Djokovic derrotou o Ferrer e levantou a taça.

Novak Djokovic conseguiu encerrar com vitória o final de ano conturbado, no qual sofreu com lesões no ombro e nas costas, que refletiram em uma queda de rendimento. A conquista em Abu Dhabi fez bem para o sérvio, que mudou o discurso de quando chegou à cidade dos Emirados. Ele havia dito que ainda não estava totalmente recuperado dos problemas físicos, mas agora já projeta o título no Aberto da Austrália.

‘Normalmente, nesta fase, você está tentando encontrar a sua velocidade e agilidade em quadra. Mas, parece que eu a achei logo após a primeira partida aqui, que foi uma ótima maneira de me preparar para Melbourne’, afirmou o tenista, pensando na competição que começa dia 16 de janeiro e marca seu início de temporada.

Seu adversário deste sábado, David Ferrer, também exaltou a boa apresentação do sérvio. ‘Ele foi melhor do que eu, fez uma grande partida. Tentei o possível, mas estive atrás o tempo todo. Lutei muito, mas fica muito difícil bater Djokovic neste momento em que ele está’, reconheceu.

Continua após a publicidade
Publicidade