Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Djokovic bate Raonic e leva título em Paris sem perder sets

Número 1 do ranking da ATP chega a seu vigésimo título de Masters 1000 com vitória tranquila sobre canadense. No fim, sérvio recebeu o troféu de David Luiz

O sérvio Novak Djokovic conquistou neste domingo o tricampeonato do Masters 1000 de Paris, disputado em quadras duras, ao derrotar na decisão o canadense Milos Raonic, décimo colocado no ranking da ATP, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3, em uma hora e 23 minutos de partida. O número 1 do mundo levou o troféu sem perder nenhum set durante todo o torneio. Com seu terceiro triunfo no Palácio de Bercy – venceu também em 2009 e 2013 -, Djokovic chegou ao vigésimo título de Masters 1000 de sua carreira. Neste quesito, ele está atrás apenas do suíço Roger Federer, que tem 23, e do espanhol Rafael Nadal, com 27. O zagueiro brasileiro David Luiz, que atua no Paris Saint-Germain, assistiu à decisão e participou da cerimôna de premiação.

Leia também:

Djokovic bate Nishikori na semi e busca o tri em Paris

Federer perde em Paris e volta ao topo fica distante

Em boa fase, Thomaz Bellucci volta ao top 50 do mundo

A vitória da tarde deste domingo confirmou a soberania de Djokovic contra Raonic: o sérvio venceu em todas as quatro vezes que se encontraram. Neste ano, Djokovic já conquistou seis títulos: venceu Wimbledon, Masters 1000 de Roma, Miami e Indian Wells e o Torneio de Pequim. Já Raonic, que eliminou Roger Federer nas quartas de final, perdeu a chance de conquistar seu primeiro título de Masters 1000. No ano passado, ele também foi vice do Masters de Montreal, ao perder na final para Rafael Nadal.

Após a disputa na França, Djokovic e Raonic vão fechar a temporada no ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas do ano. A disputa em Londres começará no dia 9 de novembro e contará também com os suíços Roger Federer e Stanislas Wawrinka, o checo Tomas Berdych, o japonês Kei Nishikori, o croata Marin Cilic e o britânico Andy Murray. Com a vitória em Paris, Djokovic assegurou a liderança do ranking da ATP pelo menos até o final deste ano.

(Com Estadão Conteúdo)