Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dividir estádio com rival é ‘estranho’, diz Cristiano Ronaldo

Final da Copa do Rei, contra o Atlético de Madri, será no Santiago Bernabéu

Após fracassar ao cair na semifinal contra o Borussia Dortmund, na Liga dos Campeões, e ver seu maior rival, o Barcelona, vencer o campeonato espanhol com três rodadas de antecedência, o Real Madrid de Cristiano Ronaldo pode encarar o título da Copa do Rei como forma de salvar a temporada. A final contra o Atlético de Madri será realizado no Santiago Bernabéu, casa do Real, na sexta-feira, com o estádio dividido entre as duas torcidas. Para o português, ver o estádio dessa forma será uma experiência incomum. “Será uma decisão estranha e diferente porque jogamos no nosso estádio, mas a torcida estará dividida em 50%. Mas isso não vai tirar a ambição de querer ganhar essa Copa.”

Leia também:

Na Espanha, 93% dos fãs preferem atleta galês a Neymar

Os “Galáticos” do Real Madrid, dez anos – e alguns quilos – depois

Barça festeja o título com vitória de virada sobre o Atlético

Real Madrid tropeça, e Barcelona conquista título sem jogar

Cristiano pediu também que a torcida madrilenha recepcione o time da mesma maneira que no segundo jogo da semifinal da Liga dos Campeões, quando o Real, mesmo vencendo por 2 a 0, não se classificou devido à goleada sofrida para o Borussia no primeiro jogo, 4 a 1. Naquele dia, uma multidão acompanhou a chegada do ônibus do clube ao estádio e fez uma grande festa para animar a equipe. “Desde que cheguei aqui nunca havia visto uma recepção como essa. Foi um momento único, especial e que os jogadores jamais esquecerão. Espero que na sexta aconteça o mesmo porque isso dá motivação para entrar no campo do jogo”, explicou o craque.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

(Com Estadaão Conteúdo)