Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dívida faz Federação proibir o Málaga de contratar novos jogadores

A Federação Espanhola de Futebol proibiu o Málaga de realizar novas contratações enquanto não arcar com uma dívida acumulada na última janela de transferências. A entidade impôs a sanção após o Osasuna apresentar provas de que o time espanhol não estava arcando com o pagamento das parcelas do jogador Monreal.

Após receber o investimento do xeque Abdullah bin Nasser bin Abdullah Al Ahmed Al Thani, o Málaga se tornou um dos novos milionários clubes do continente Europeu e trouxe atletas como o holandês Van Nistelrooy e o espanhol Joaquin para a disputa do Campeonato Nacional. No entanto, as cifras vindas dos lucros petrolíferos do Oriente Médio não vêm sendo bem utilizadas na equipe e uma crise financeira já foi apurada pela imprensa europeia.

O time estaria atrasando os salários de seus jogadores em até dois meses, realizando o pagamento antes do terceiro para não ser acionado na Justiça. Além disso, o Villarreal também acusa a equipe de não ter pago o valor integral que foi estipulado em cima de Santi Cazorla, também contratado na última janela de transferências.

Apesar da polêmica envolvendo as finanças do clube, nenhum representante do Málaga ou do investidor do time foi a público para explicar a situação aos torcedores. Com a medida imposta pela Federação, a contratação do goleiro Carlso Kameni poderá ser cancelada e deixar o time ainda mais carente de opções para o setor.