Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Dirigente do Milan lamenta por não ter contratado Tevez

Por Da Redação 22 mar 2012, 14h35

Por AE-AP

Milão – O vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, admitiu que ainda se lamenta por não ter conseguido a contratação de Carlitos Tevez. O atacante esteve próximo de fechar com o clube italiano em janeiro, quando estave em litígio com o Manchester City, mas o acordo acabou não sendo finalizado e ele permaneceu na Inglaterra.

“Um trem assim não passa uma segunda vez”, declarou o dirigente, descartando uma contratação futura do argentino, que voltou a atuar pelo City na última quarta-feira, depois de seis meses. Ele entrou no segundo tempo e colaborou com uma assistência para a vitória por 2 a 1 diante do Chelsea, de virada.

“Vi o Carlitos, depois de seis meses que não jogava, e entrou em campo com a mesma paixão de sempre, e mudou a partida. Pode representar uma mudança muito importante para o Manchester City”, comentou Galliani.

Tevez não atuava desde setembro do ano passado, quando se recusou a entrar em campo durante uma partida diante do Bayern de Munique, pela Liga dos Campeões da Europa. Depois de muitos desentendimentos com a diretoria do City, o jogador acertou com o Milan, mas não houve acordo entre os italianos e o clube inglês.

Assim, o time milanês passou a procurar uma alternativa para reforçar o ataque e acertou com outro argentino, Maxi López, que estava no Catania. Galliani garantiu que a lamentação por Tevez não significa insatisfação com Lopez. “Estamos mais do que contentes”, afirmou.

Continua após a publicidade

Publicidade