Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Dirigente do Goiás sugere que derrota do Vila Nova foi proposital

Por Da Redação 16 abr 2012, 14h36

Ao perder em casa para o Crac por 1 a 0, o Vila Nova caiu para a quarta colocação e terá que encarar o Goiás nas semifinais do Campeonato Goiano. Se enfrentar o líder poderia ser motivo de preocupações para alguns, o Colorado, de acordo com o superintendente de futebol esmeraldino, Marcelo Segurado, preferiu ser derrotado para antecipar o clássico. Atlético-GO e Crac fazem a outra semifinal.

‘Vimos a postura delesdurante a semana e percebemos, claramente, a intenção de enfrentarem a gente neste dois jogos’, declarou o dirigente, sem expor, no entanto, quais seriam os motivos que fizeram o rival supostamente forçar o duelo com o Goiás. ‘Com certeza, esse fato vai motivar nossos jogadores’, apostou Segurado.

A acusação foi prontamente rebatida pelo Colorado. O técnico Robélio Schneiger garantiu lamentar o fato de o Vila ter perdido a invencibilidade de sete jogos e caído para quarto lugar, o que pode deixar o clube sem vaga para a Copa do Brasil do ano que vem. ‘A garotada acaba oscilando de um jogo para o outro. Hojefizemos uma péssima apresentação. Isto é normal’, justificou.

Se preferiu encarar o Goiás, o Vila Nova certamente não se apoiou no histórico das equipes. Apesar de ter vencido o rival recentemente, o Colorado jamais derrotou o Esmeraldino em semifinais de Estadual. Até então, foram quatro embates nesta fase da competição e quatro classificações para o Alviverde, em 1996, 1997, 2007 e 2011.

Continua após a publicidade

Publicidade