Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dirigente de futebol húngaro se suicida após caso de corrupção

O diretor esportivo de um time da segunda divisão húngara, Robert Kutasi, de 47 anos,conhecido pelo seu compromisso com a luta contra a corrupção no futebol, se suicidou depois de alguns dos seus jogadores serem acusados de envolvimento em um caso manipulação de resultados, informou o clube nesta sexta-feira.

Kutasi se matou em 1 de março pulando da janela de um edifício em Budapeste, anunciou o Rakospalotai EAC (REAC) em sua página na internet.

Seis jogadores do REAC foram presos por seu envolvimento em oito partidas manipuladas disputadas em 2007 e 2009. O caso de corrupção envolve 19 pessoas, quatro delas ainda em detenção.

Os jogadores são acusados de terem recebido entre 500 e 2.500 euros por cada jogo manipulado.

Robert Kutasi era conhecido por sua luta contra a corrupção no futebol e pouco antes de seu suicídio contou à imprensa sua decepção pelo envolvimento dos jogadores de sua equipe.

“Minha vida acabou. O resultado da minha luta foi destruído, as pessoas em quem confiava me enganaram”, declarou em uma entrevista ao jornal de esportes Nemzeti Sport.