Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Diretor reforça dias ruins de Adriano e nega desrespeito do atacante

O corte de Adriano para a partida deste sábado contra o Guarani gerou uma série de teses a respeito da decisão de Tite. Chegou-se a falar que o atacante teria negado a se pesar antes do treinamento de sexta-feira no CT Joaquim Grava e até faltado com respeito com o treinador.

No entanto, na chegada da delegação do Corinthians ao Pacaembu, o diretor de futebol do clube, Roberto de Andrade, derrubou essas justificativas e voltou a garantir que o treinador barrou o jogador por conta de sua falta de aplicação nas atividades ao longo da semana.

‘Pela semana não ter sido muito boa, o Tite optou por escalar o Elton, e não o Adriano. Tem que aceitar, como outros já aceitaram ficar na reserva’, jurou o dirigente, que já havia concedido entrevista na noite de sexta-feira. ‘Tenho certeza de que se tivesse havido falta de respeito, ele (Tite) teria nos comunicado. E o fato de não se pesar é uma brincadeira, não relevante. Não foi balança, nada disso, foi o fato de a semana não ter sido legal, abaixo do rendimento que se esperava’.

Diante das especulações, o certo é que a paciência da comissão técnica com Adriano está se esgotando, se já não chegou ao fim. Em entrevista na sexta-feira, Tite se mostrou muito irritado ao comunicar o corte do camisa 10, ao ponto de lembrar que o Corinthians é muito maior.

Segundo Roberto de Andrade, o centroavante treinou normalmente neste sábado e, assim como o restante do elenco, ganha folga no domingo. ‘Ele tem a programação dele e vai cumprir tranquilo’, concluiu o diretor de futebol, relembrando o contrato entre as partes válido até junho deste ano.