Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Diretor do Cruzeiro explica dificuldades na renovação de Wallyson

Depois de o atacante Wallyson cobrar pressa da diretoria do Cruzeiro para renovar o contrato que termina no próximo mês de agosto, o diretor de futebol da Raposa, Alexandre Mattos, resolveu esclarecer a situação afirmando que o jogador é muito caro. Segundo ele, para ter o atleta no elenco, o time celeste vai precisar pagar 6,5 milhões de euros, cerca de R$ 16 milhões, já que os direitos de Wallyson pertencem a um grupo de empresários.

‘Os valores pedidos são algo em torno de 6,5 milhões de euros. O grupo tem o direito de 100% do jogador. Ele foi emprestado para o Cruzeiro sem o passe fixado. O Cruzeiro tem tentado a negociação com parceiros e até o empréstimo do Wallyson. Entendemos que ele é fundamental, de confiança da comissão técnica e não vamos medir esforços para ele ficar na Toca’, declarou.

O dirigente frisou mais de uma vez que sabe que o jogador é importante para o Cruzeiro. ‘O Wallyson interessa e muito ao Cruzeiro. Já dissemos isso a ele, conversamos com seu empresário e seus investidores, que querem saber o dinheiro que vão ganhar com o Wallyson. O Cruzeiro está numa tentativa de renovação por empréstimo’, disse Mattos, que vê os empresários que possuem os direitos de Wallyson como principal obstáculo para a renovação do contrato.

‘Acredito que a dificuldade está com o grupo de investimentos, que quer vendê-lo. O grupo é proprietário do Wallyson, que é emprestado ao Cruzeiro até agosto com passe fixado. O Cruzeiro está tentando renovar o empréstimo por mais uma temporada e depois tentar um parceiro para comprá-lo. É um jogador em quem a gente confia. Vamos tentar sua manutenção’, afirmou.