Clique e assine a partir de 8,90/mês

Diguinho treina normalmente e pode entrar em campo contra o Atlético-MG

Por Da Redação - 18 out 2011, 13h31

O técnico Abel Braga ganhou uma boa notícia no treinamento da manhã desta terça-feira, nas Laranjeiras. O volante Diguinho, recuperado de uma fratura na costela, participou das atividades normalmente e não deve ser problema para o próximo compromisso do Fluminense no Brasileirão.

O problema é que o departamento médico e a preparação física do Fluminense preferem esperar até sexta-feira para definirem a situação de Diguinho. Isso porque o jogador é muito esforçado e não gosta de ficar fora das partidas, mas a lesão não é considerada tão simples e pode ser agravada em caso de retorno prematuro. Além disso, a análise de Diguinho é sempre mais complicada, pois o atleta tem muita resistência à dor. Prova disso foi que ele se lesionou contra o Santos, mas mesmo assim participou da derrota de 3 a 2 para o Flamengo, no domingo seguinte, e só começou a acusar a lesão depois de receber uma pancada na costela.

Diante do Atlético-MG, no próximo sábado, o comandante do Tricolor terá que escalar o time sem Fred e Marquinho, que receberam o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Palmeiras, mas terá o retorno de Edinho, que não jogou contra os paulistas exatamente por esse motivo.

A ausência do atacante foi lamentada por todos, pois ele marcou os últimos cinco gols da equipe na competição. Para a vaga de Marquinho a tendência é que o argentino Lanzini seja escolhido o substituto, formando dupla de criação com o brasileiro naturalizado português Deco. No ataque, o argentino Martinuccio é uma opção.

‘Meu desejo sempre foi o de entrar em campo e ajudar o Fluminense. Estou à disposição do Abel para este jogo e para o restante do Campeonato Brasileiro. Mesmo que tenha que mudar um pouco a minha maneira de jogar, estou sempre disposto a auxiliar’, disse o argentino, que tem inclusive jogado mais fora da área quando entra para poder se adaptar ao time.

Enquanto os zagueiros Gum e Digão seguem fora fazendo recuperação, o atacante Rafael Moura será julgado pelo STJD nesta quinta-feira e corre o risco de se tornar desfalque da equipe em um período de seis a doze partidas.

Continua após a publicidade
Publicidade