Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dida relata ‘sensação boa’ no reencontro com corintianos no Pacaembu

O público de mais de 31 mil pagantes presentes no Pacaembu, a maioria de corintianos, já se entusiasmou ao ver Dida se aquecer no gramado antes da partida. E o goleiro da Portuguesa, dono de grande passagem pelo seu adversário deste sábado, se sentiu bem com a recepção.

‘É uma sensação boa estar no Pacaembu. A torcida está contra, mas estou defendendo as cores da Portuguesa’, comentou ainda no intervalo o camisa 1 da Lusa, que ressaltou em todas as suas entrevistas a necessidade de vitória mesmo diante de sua ex-equipe.

Como jogador da equipe do Parque São Jorge, Dida, hoje com 38 anos, foi campeão mundial em 2000, do Campeonato Brasileiro em 1999, da Copa do Brasil em 2002 e do Torneio Rio-São Paulo em 2002.

O arqueiro não enfrentava o time alvinegro desde 1998, quando defendia o Cruzeiro. E não encontrava o clube pelo qual teve sucesso desde o fim do seu empréstimo – já pertencia ao Milan – há dez anos.

Apesar de tanta história, Dida fazia questão de responder qualquer pergunta no gramado com um aviso. ‘Estou concentrado na partida’, afirmou ele, que provou sua declaração com boas defesas, como em uma cabeçada firme de Romarinho nos minutos finais do empate por 1 a 1.