Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Dez anos após o tri em Roland Garros, Guga volta a bater Corretja em exibição

Por Da Redação 19 nov 2011, 21h42

Dez anos depois, o ídolo nacional Gustavo Kuerten, o Guga, reencontrou o espanhol Alex Corretja, sua ‘vítima’ na final de Roland Garros-2001, e protagonizou o mesmo desenlace. O Manezinho da Ilha venceu, neste sábado, a exibição por 2 sets a 1, parciais de 6/3, 3/6 e 10-7.

O festivo duelo encerrou a programação do Rio Champions, etapa carioca do circuito sênior. O campeão do torneio foi o espanhol Carlos Moyá, que bateu na decisão o croata Goran Ivanisevic.

Bem-humorados, Guga e Corretja brincaram bastante, interagiram com o público e deram um espetáculo no Ginásio do Maracanãzinho. O brasileiro, que pendurou a raquete em 2008 por conta de uma insistente lesão no quadril, mostrou também que o velho golpe backhand continua calibrado.

Após o jogo, ele – que em outubro derrotou Moyá em Santa Catarina – brincou que sente vontade em voltar ao circuito. ‘É muito gostoso estar aqui. Mas não gosto nem de pensar nisso para não me provocar muito’, afirmou.

Na sequência, ele lamentou a queda do seu time, o Avaí (que perdeu para o Vasco por 2 a 0, neste domingo), à Série B do Campeonato Brasileiro. ‘A Série A é muito difícil. Tenho de ser torcedor na fase boa e ruim. Mas, antes da Copa a gente vai estar de volta’, disse ao canal SporTV.

Continua após a publicidade

Publicidade