Clique e assine com até 92% de desconto

“Desvalorizado”, Zé Carlos tem propostas e ameaça deixar o Criciúma

Por Da Redação Atualizado em 19 jul 2016, 13h23 - Publicado em 1 ago 2012, 15h53

Destaque absoluto nesta Série B do Campeonato Brasileiro, o atacante Zé Carlos, do Criciúma, está sendo ‘desvalorizado’. Pelo menos é o que garantiu o próprio jogador, que revelou ter propostas de outros clubes para este segundo semestre, deixando como incerto o seu futuro no clube. O diretor de futebol Waldeci Rampinelli afirmou que desconhece sondagens pelo artilheiro.

‘Eu já tenho 29 anos e quatro filhos, e preciso pensar na minha valorização. Eu estou feliz aqui no Criciúma, mas se o clube não me valorizar, deve aparecer um outro clube para fazer isto’, desabafou Zé Carlos, que exige um aumento salarial e aguarda uma resposta da diretoria do clube catarinense.Rampinelli ignorou as críticas feitas pelo jogador, ‘que deveria estar de cabeça quente’. No entanto, o dirigente deixou claro que, se a proposta for boa para as duas partes, ele não irá criar empecilhos para a liberação.

‘Foi um momento de desabafo do Zé Carlos. Em seguida, ele estará de cabeça fria e vai perceber que disse coisas desnecessárias. Eu reafirmo que a única proposta que recebemos foi de um clube da China, e era ridícula. Ele tem contrato até o final de 2013 e se alguém nos procurar e oferecer algo que satisfaça o jogador, seu procurador e o clube, serei o primeiro a liberá-lo’, disse.

Na primeira colocação do Nacional, com 35 pontos, o Criciúma terá compromisso neste sábado, às 16h20 (de Brasília), contra o rival Joinville, na Arena Joinville, em Joinville (SC), pela 15rodada. Suspenso após receber o terceiro cartão amarelo, Zé Carlos é desfalque certo para Paulo Comelli, que deverá substituí-lo por Douglas ou Gilmar.

Continua após a publicidade
Publicidade