Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Desgaste de pneus e freios preocupa Vettel no Canadá

Por Da Redação 5 jun 2012, 12h56

Por AE

Montreal – Vice-líder do Mundial de Fórmula 1, o alemão Sebastian Vettel projeta chegar ao topo no próximo domingo, quando disputará o GP do Canadá, sétima etapa do campeonato deste ano, já histórico por ter contado com seis vencedores diferentes nas suas seis primeiras provas, fato inédito até então. E o piloto da Red Bull mostrou preocupação, nesta terça-feira, com o desgaste dos freios e dos pneus proporcionado pelo circuito de Montreal.

No ano passado, na temporada em que faturou o seu bicampeonato mundial, Vettel cravou a pole na pista canadense, mas terminou a corrida em segundo lugar, enquanto a vitória ficou com o inglês Jenson Button, da McLaren. E, agora, para poder triunfar em Montreal, ele alertou sobre os riscos oferecidos pelo circuito local.

“Montreal é uma grande cidade, todos adoram ir para lá – a atmosfera é sempre boa. A pista fica em uma ilha do rio St. Lawrence, e é um bom desafio para os pilotos. Como na pista de Albert Park na Austrália, as estradas são públicas, então o desgaste dos pneus pode ser elevado. Há também um grande desgaste dos freios, o que pode nos causar uma dor de cabeça”, disse o alemão.

Mark Webber, companheiro de Vettel, mostrou um discurso otimista para a prova do Canadá, embora a Red Bull nunca tenha vencido uma prova da F1 no País. No ano passado, o australiano largou da quarta posição e fechou a corrida em terceiro lugar.

“Eu diria que Montreal é um dos cinco melhores GPs do ano porque lá há uma atmosfera sensacional. É um local muito, muito bom e sempre proporciona um interessante GP por algum motivo, e no ano passado não foi exceção. É uma pista de baixa força aerodinâmica, com retas longas e de velocidade máxima, o que é um desafio diferente. Vamos ver como isso se desenrola, mas estamos muito confiantes de que o carro deverá trabalhar bem em voltas lá. Eu adoro dirigir neste circuito”, disse o piloto, que divide a vice-liderança do Mundial com Vettel, ambos com 73 pontos, três atrás do líder Fernando Alonso, da Ferrari.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês