Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Desanimados, gremistas explicam derrota: ‘Ceará jogou a vida’

Por Da Redação 19 nov 2011, 20h50

Sem chances de chegar à Libertadores-12 ou de ser rebaixado à Série B, o Grêmio segue tranquilo na zona de classificação para a Copa Sul-americana mesmo após perder em casa para o Ceará, por 3 a 1, neste sábado. A falta de pretensões da equipe gaúcha foi usada como desculpa para a má atuação diante dos nordestinos, desesperados na luta contra a degola.

‘Foi abaixo da crítica, terrível. A gente tem que melhorar, fazer tudo diferente de hoje. Simplesmente entramos em campo para jogar bola, enquanto o Ceará veio para competir, jogar a vida. A gente tem dois jogos ainda, ninguém está de férias’, disparou o goleiro Victor, lembrando que o Tricolor encara ainda Atlético-GO (casa) e Internacional (fora).

‘Nós tínhamos um time absolutamente concentrado, jogando tudo o que tinha para jogar, e outro que veio jogar só mais um jogo’, explicou o técnico Celso Roth, que foi bastante criticado pela torcida e desceu para o vestiário aos gritos de ‘adeus, Roth’.

‘Isso aí acontece. Criou-se a expectativa de realizar um jogo do nível do que fez contra o Fluminense (derrota por 5 a 4, na última quarta-feira). Torcedor é passional, principalmente o da social do Grêmio, que é conhecido. Quando joga mal, tem que se expressar, está certo’, emendou o comandante.

Continua após a publicidade

Publicidade