Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Demissão de Villas-Boas faz dono do Chelsea repreender estrelas

Irritado com o modo como o Chelsea vem se comportando no Campeonato Inglês, o russo Roman Abramovich teria reunido todo o grupo de jogadores dos ‘Blues ‘para repreender o comportamento dos atletas nesta temporada. O mandatário demitiu o técnico André Villas-Boas no último domingo e não descartou uma intensa reformulação no elenco no próximo verão europeu.

Segundo o jornal ‘Daily Mail’, Abramovich teria dirigido grande parte da bronca a Frank Lampard, Ashley Cole e Fernando Torres. Os atletas seriam os grandes desafetos de Villas-Boas dentro do clube inglês e teriam coagido nos bastidores para que a demissão do português passasse a ser analisada pela diretoria.

O russo também teria deixado claro aos jogadores que a saída do português não foi motivada pelos resultados ruins que foram obtidos nas competições em disputa, e sim por uma polêmica entrevista dada a uma rádio portuguesa no último fim de semana.O treinador teria dito que não era casado com Lampard para colocá-lo entre os titulares em todos os jogos e comparou o espanhol Fernando Torres com Shevchenko e Kezman – apontados como duas das piores contratações da história do Chelsea.

A decisão de Villas-Boas em tornar público os problemas enfrentados nos bastidores da equipe irritou Abramovich, que não suportou a derrota por 1 a 0 para o West Bromwich e oficializou sua demissão. Antes de deixar Stamford Bridge, o português ainda teria discutido com o atacante espanhol, que não gostou das comparações feitas na imprensa e foi cobrar explicações de seu comandante.

Imerso na crise que se instaurou no clube nesta temporada, o Chelsea está na quinta colocação do Campeonato Inglês, longe de se classificar para a próxima Liga dos Campeões. O time também foi derrotado pela Napoli no primeiro jogo das oitavas de final da ‘Champions’ e precisará de um milagre para assegurar a sua ida à próxima fase do torneio continental.