Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Deivid garante que Furacão segue animado, mesmo em meio à crise

Por Da Redação - 19 jun 2012, 22h08

O empate em casa diante do Goiás, pela Série B do Campeonato Brasileiro, azedou de vez as relações da torcida com o Atlético Paranaense. Sobram críticas para jogadores, comissão técnica, mesmo que com apenas uma semana de trabalho e, principalmente, para a diretoria. Diante deste quadro nada animador, volante Deivid tenta mudar o discurso e garante que o grupo está motivado para fazer o melhor em campo.

‘Os trabalhos têm sido fortes, trabalhos bons. Isso só anima os atletas, pois tira o melhor de cada um para a partida’, afirmou o jogador, seguindo a linha de que somente com trabalho duro virá a evolução necessária para tirar a equipe da crise. ‘A tendência com esse ritmo de treino é só aumentar a nossa força física e também a nossa condição técnica’, emendou.

Encarar o Ceará fora de casa, segundo Deivid, será mais um desafio para a equipe rubro-negra. Neste momento, entretanto, conquistar um bom resultado longe de Curitiba pode facilitar as coisas no retorno. ‘Sabemos que é uma partida difícil. É um jogo fora de casa, que sempre é resumido em detalhes. Mas temos que ter muita tranquilidade. Chegar lá e caprichar’, concluiu.

Treinador aguarda por novos reforços – O técnico Ricardo Drubscky já pediu à diretoria atleticana mais meias e zagueiros, não só para compor o elenco, mas para qualificá-lo. Porém, por enquanto deve ganhar novidades apenas do departamento médico. O goleiro Renan Rocha já voltou a treinar com bola, enquanto os meias Ligüera, Zezinho e Lucas Sotero, além do lateral-direito Adriano, estão em fase final de recuperação. Os zagueiros Luiz Alberto e Naldo, reforços para a Série B, aguardam que os contratos sejam registrados.

Publicidade