Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Defoe volta à Inglaterra e pode perder estreia da Euro

Por Da Redação 7 jun 2012, 11h15

Por AE-AP

Cracóvia – O atacante Jermain Defoe, que chegou à Polônia na última quarta-feira para defender a Inglaterra na Europa, teve de retornar ao seu país já nesta quinta para poder acompanhar o enterro do seu pai, que morreu na madrugada passada. Por causa do drama familiar, o jogador poderá ficar fora da estreia da seleção inglesa na competição continental, na próxima segunda, diante da França, em jogo válido pelo Grupo D.

Defoe, porém, tem seu retorno à Polônia esperado pelo técnico Roy Hodgson, pois a Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) anunciou nesta quinta que o jogador não será substituído na lista de 23 convocados da seleção inglesa, que desembarcouapenas na última quarta na cidade polonesa de Cracóvia, base do English Team nesta fase inicial do torneio.

A morte de Jimmy Defoe, pai de Jermain, foi lamentada pela FA nesta quinta e ainda não é certo se o jogador do Tottenham poderá estar à disposição para a estreia da Eurocopa, no duelo diante dos franceses que será realizado em Donetsk, na Ucrânia, uma das sedes da competição ao lado da Polônia.

“Jermain voltará a se juntar à seleção inglesa na Eurocopa oportunamente. Ele não será substituído por outro jogador convocado. Gostaríamos de pedir a todos os meios de comunicação que respeitem a Jermain e a privacidade de sua família neste momento difícil”, disse a FA por meio de um comunicado.

Se o atleta do Tottenham for descartado do duelo contra a França, Roy Hodgson terá apenas dois atacantes de ofício à disposição para a estreia da Eurocopa: Danny Welbeck, do Manchester United, e Andy Carroll, do Liverpool, pois Wayne Rooney, outro jogador da posição que foi convocado, cumprirá dois jogos de suspensão nas duas primeiras rodadas da competição continental.

Continua após a publicidade
Publicidade