Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Deco dispara: ‘Podem falar que não jogo nada, mas não que roubo o Flu’

O meio-campista Deco resolveu dar o seu lado da história e, um ano e um mês depois de sua contratação pelo Fluminense, garantiu que está sofrendo com a série de lesões e que realmente abriu mão dos salários até estar completamente recuperado e disponível para entrar em campo.

Em entrevista ao canal Esporte Interativo, ele explicou a decisão e ainda mostrou estar profundamente chateado com comentários de torcedores que o colocam como uma espécie de ‘ladrão’ por estar recebendo do clube sem entrar em campo.

‘No Brasil há a sensação de que quem trabalha é ladrão. Quis fazer isso porque, graças a Deus, tenho uma boa condição financeira, mas não acho que seja correto. Nenhum jogador tem que fazer isso, porque não está roubando de ninguém. Quero jogar de forma tranquila, sem nenhum tipo de cobrança’, esclareceu o camisa 20, contratado a peso de ouro pelo clube carioca.

Deco ainda falou a respeito do motivo específico que culminou nessa decisão: ‘Eu tenho um filho de onze anos. Tive uma carreira no futebol e meu filho lê na internet que o pai dele está roubando o Fluminense. Podem até falar que o Deco não joga nada que vou respeitar a opinião. O problema é quando vão por outros caminho’.

Desde que estreou com a camisa do Fluminense, o jogador defendeu o clube em 30 das 72 partidas realizadas no período. O jogador, no Brasil, também defendeu as cores do Corinthians, mas fez carreira de destaque na Europa, tendo atuado por Porto, Barcelona e Chelsea, além da seleção portuguesa.

O alento para a torcida do Fluminense é que Deco está livre da lesão na panturrilha direita e deve ficar à disposição de Abel Braga para o duelo diante do Bahia, marcado para o Estádio de Pituaçu, neste domingo, às 16 horas (de Brasília). O meia de 34 anos, no entanto, deve ficar no banco de reservas por conta do bom momento da dupla formada por Marquinho e Lanzini.