Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

De volta ao Palmeiras, Valdivia nega sumiço e diz que árabes desistiram de sua contratação

Meia chileno passou férias na Disney antes de ter negociação frustrada

O meio-campista chileno Jorge Valdivia retornou ao Palmeiras nesta quinta-feira, depois de ter sua negociação com o Al Fujairah, dos Emirados Árabes Unidos, frustrada de maneira controversa. O jogador apareceu para explicar o caso e disse ter sido surpreendido com a desistência do clube árabe. Ele afirmou também que foi liberado pelos árabes para tirar férias, pois o acordo já havia sido assinado e negou ter fugido do Palmeiras.

Leia também:

Corinthians e Palmeiras avançam na Copa do Brasil

Palmeiras é multado em R$ 50.000 por danos no Itaquerão

Robinho fecha com Santos e pode estrear em clássico

“Eu não era mais jogador do Palmeiras, mas sim do Al Fujairah. Eles tinham me mostrado para o mundo, dei entrevista sobre o acerto, a torcida foi ao aeroporto para me receber, ganhei a camisa 10. A gente concordou com o novo clube que seria necessário esses dias de descanso depois da Copa. Eu estava na Disney, com minha família. Se tivesse sumido, como falaram, minha mulher não teria postado foto nossa no Instagram.”

O chileno explicou o motivo de ficar incomunicável durante o período de descanso. “Cancelei todos meus números de telefone no Brasil, tirei as crianças da escola e minha família preparou tudo para mudar. Ganhei essas férias do clube, fui embora, sem preocupação nenhuma. Não queria mais saber de telefone e mensagem. Naquele momento eu precisava curtir meus filhos. Isso é sagrado. Eu saía às 8h da manhã do hotel com a família e voltava meia-noite para dormir. Eu não estava escondido.”

O meio-campista disse não entender os motivos que levaram o Al Fujairah a desistir do negócio. “Quando voltei, fiquei sabendo que tudo tinha sido cancelado. Eles disseram que era porque eu não tinha acertado os valores, o que é mentira, tenho documentos que mostram que acertei tudo. Na minha cabeça, estava tudo certo.” O jogador de 30 anos ouviu de um dos representantes do clube que o pai do xeque, dono do clube, teria atrapalhado sua contratação, por considerar que o dinheiro investido em Valdivia poderia ser usado para a construção de hospitais.

Com isso, Valdivia retornou aos treinos no Palmeiras e disse estar motivado para voltar a jogar pelo clube. “Espero que a torcida entenda a minha sinceridade. Não fiquei escondido ou sumido. Fiz tudo com aval do clube, não vejo por que estar com um clima ruim. Conheço os jogadores. Conversei com o treinador. O clima nunca mudou.”

(Com Estadão Conteúdo)