Clique e assine a partir de 9,90/mês

De volta ao Palmeiras, Obina promete se redimir de briga

Por Da Redação - 17 jul 2012, 12h56

Por Ciro Campos

São Paulo – O Palmeiras apresentou nesta terça-feira o atacante Obina. O jogador estava no Shandong Luneng, da China, e assinou contrato por empréstimo até o fim do ano. Será a segunda passagem dele pelo clube e a promessa é se redimir do erro que cometeu em 2009, quando foi afastado após se envolver em uma briga dentro de campo com o então colega de time Maurício, durante um jogo do Campeonato Brasileiro contra o Grêmio.

“Tenho tempo, sim, para me redimir. Em cinco meses vou procurar fazer o melhor possível e mostrar que aquele episódio foi um erro nosso que não vai mais se repetir”, afirmou o atacante.

Apesar de ter assinado apenas até o fim do ano, o atacante já cogita a possibilidade de estender o vínculo com o Palmeiras para poder jogar a Libertadores de 2013. “Se eu tiver oportunidade de fazer meu trabalho, posso renovar. Tenho o pensamento de ficar, de disputar mais uma vez uma Libertadores”, disse.

Continua após a publicidade

Em 2009, Obina disputou 27 jogos e fez 12 gols, três deles em clássico contra o Corinthians. Tais feitos o fizeram cair no gosto da torcida palmeirense até ele se envolver com uma briga com um colega de time, o que levou a expulsão dos dois no jogo contra o Grêmio, já na reta final do Brasileirão. O Palmeiras perdeu a partida, ficou mais longe da briga pelo título e os dois jogadores deixaram o clube. “Tudo isso me deixou muito magoado”, contou Obina.

Na apresentação, Obina fez questão de tirar a camisa do agasalho para mostrar que está em forma. Depois disso, ele vestiu a camisa de número 21 e disse não ter mais problemas com o peso.

A novidade palmeirense pode estrear já na próxima quinta-feira contra o Coritiba, fora de casa, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. A única pendência é a publicação do nome de Obina no Boletim Informativo Diário da CBF.

Publicidade