Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

De volta ao comando, Muricy confirma retorno de Ganso contra o Vasco

De volta aos trabalhos desde quarta-feira, após sofrer com uma crise de hérnia de disco que o afastou durante duas semanas, o técnico Muricy Ramalho irá retomar o comando da equipe contra o Vasco, domingo, a partir das 17 horas (horário de Brasília), na Vila Belmiro. Mas, além do seu próprio retorno, Muricy confirmou o meia Paulo Henrique Ganso como principal reforço do time diante dos cruz-maltinos.

‘Com a volta do Ganso muda muita coisa. Ele tem um passe diferente e é um jogador com uma visão extraordinária, que pensa o futebol. Precisamos de um cara como ele, que acelera e acalma o jogo na hora certa. O nosso pensador está voltando e esperamos que seja como aconteceu nas outras vezes, em que ele retornou de contusão, sempre muito bem’, disse o treinador santista.

Vale destacar que, além de Paulo Henrique Ganso, o atacante Borges está recuperado de lesão também e é outro atleta a reforçar a equipe contra os vascaínos. Enquanto isso, o lateral esquerdo Léo, apesar de recuperado de uma tendinite no pé esquerdo, ainda passa por um processo de trabalho físico, antes de reunir condições de voltar a atuar normalmente.

Sendo assim, o Peixe está definido com a seguinte escalação: Rafael; Danilo, Edu Dracena, Bruno Rodrigo e Durval; Adriano, Henrique, Arouca e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Borges.

Já sobre o seu retorno, após ficar durante três partidas longe do banco de reservas (vitórias sobre Botafogo e Atlético-PR, além do empate com o Flamengo), Muricy Ramalho demonstrou satisfação por voltar a orientar a equipe mais de perto.

Porém, Muricy sabe que deverá dosar as suas energias, para não ter uma recaída por conta de seu problema de saúde.

‘Ainda estou em processo de recuperação, não posso abusar. Sou obrigado a ficar quieto. Preciso tomar cuidado, caso contrário eu não chego no fim do ano, Estou fazendo tudo o que os médicos estão me pedindo: fisioterapia, não subir escadas, não dirigir (automóvel) e regime. E vou trabalhar nesse jogo porque na Vila não tem muitas escadas, diferentemente do Pacaembu’, encerrou.