Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

De olho na revanche, Shogun estuda falhas de Jon Jones

À espera de uma chance de recuperar o cinturão dos meio-pesados, brasileiro está atento aos erros do rival

Por Rafael Lemos, do Rio de Janeiro 15 jan 2012, 01h45

O ex-campeão dos meio-pesados do UFC, Maurício Shogun, só pensa em recuperar o cinturão perdido para a nova sensação do MMA, o americano Jon Jones. Na chegada à segunda edição do UFC Rio, na madrugada deste domingo, o brasileiro disse que tem assistido às lutas do rival e identificado erros dele.

“Sem dúvida, ele é o homem a ser batido. Mas ninguém é invencível. A gente vai assistindo às lutas e encontrando falhas. São pequenos detalhes, mas são brechas”, disse Shogun.

Por enquanto, a revanche é apenas um sonho do brasileiro. No UFC 128, Shogun perdeu o cinturão para Jones, após sofrer um nocaute técnico no terceiro round.

Desde então, o americano de 24 anos já defendeu o título duas vezes. Na última delas, Jones derrotou outro brasileiro, Lyoto Machida, com uma guilhotina invertida, numa das cenas mais fortes do UFC em 2011.

Continua após a publicidade
Publicidade