Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

De olho na liderança, Vasco pega Figueirense no Orlando Scarpelli

O Vasco visita o Figueirense neste domingo, às 16h(de Brasília), no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC), de olho na possibilidade de assumir a liderança do Campeonato Brasileiro, que chega a sua 23rodada. O Cruz-maltino, embalado pelo triunfo de 2 a 0 sobre o Coritiba, é o terceiro colocado com 41 pontos, dois a mais que o Corinthians, que lidera.

Para assumir a liderança o Vasco precisa de uma combinação de resultados, porém nenhum muito absurdo. O primeiro passo é derrotar o Figueirense, que vem de empate por 1 a 1 com o Atlético-GO e, com 30 pontos conquistados, não é um primor de regularidade.

Além disso dependeria de uma derrota do Corinthians e um tropeço do São Paulo, que tem os mesmos 41 pontos dos cruzmaltinos, mas leva vantagem nos critérios de desempate. Os dois paulistas têm compromissos muito complicados. O Timão visita o embalado Fluminense no Rio de Janeiro, enquanto que o Tricolor paulista faz duelo difícil com o Grêmio no Rio Grande do Sul.

Na visão do técnico interino Cristóvão Borges, que dirige a equipe por conta do AVC sofrido por Ricardo Gomes, é justo o Vasco sonhar com a liderança.

‘Nós estamos a dois pontos do Corinthians e portanto podemos sonhar com a liderança. Falo isso porque o nosso foco sempre será a vitória e ela acontecendo é possível que essa liderança venha. Mas logicamente que não estamos supervalorizando essa possibilidade, já que o importante neste momento é somar pontos’, disse.

Na visão dos jogadores vascaínos o segredo para um bom resultado é o time fazer tudo diferente do que aconteceu na última vez que jogou fora de casa. No domingo passado o Cruzmaltino visitou o América e voltou de Minas Gerais com uma humilhante goleada de 4 a 1.

‘Nós não tivemos um bom dia em Minas Gerais e, na casa do adversário, deixar o rival é crescer é muito complicado. Diante do Figueirense vamos ter que procurar nos impor desde os primeiros minutos, mostrando que podemos vencer em qualquer lugar. Respeito ao adversário sempre vai existir, porém com ousadia e muita determinação’, afirmou zagueiro Dedé.

Cristóvão Borges vai promover três mudanças na equipe. O lateral esquerdo Julinho, recuperado de lesão no tornozelo esquerdo, volta ao time. Porém o volante Jumar, que atuou de forma improvisada no setor diante do Coxa, permanece entre os titulares, mas em sua posição de origem. Isso porque Eduardo Costa recebeu o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão.

O zagueiro Renato Silva, que recebeu uma pancada na cabeça no jogo de quinta-feira e ficou desacordado, não joga. Assim, Victor Ramos será o companheiro de zaga de Dedé. Juninho Pernambucano, que pediu licença para viajar à França, também fica fora. Allan é o favorito para entrar.

Pelo lado do Figueirense a grande preocupação está em relação ao desgaste do time, que vem sofrido com o excesso de lesões e sentido o ritmo dos jogos, principalmente no segundo tempo.

‘O cansaço realmente existe e infezlimente tem sido um adversário a mais do Figueirense e dos demais times do Campeonato Brasileiro. Mas vamos procurar passar por cima disso tudo para construirmos uma boa vitória sobre o Vasco’, comentou o goleiro Wilson.

Para este compromisso Jorginho faz mistério em relação ao time que vai mandar a campo, principalmente porque ameaça preservar alguns titulares por conta do cansaço. O lateral direito Bruno, o lateral esquerdo Juninho e o zagueiro João Paulo, muito desgastados fisicamente, podem ser poupados.

Se isso for confirmado, Helder jogará na direita, Roger Carvalho na zaga e Pablo na lateral esquerda. O meia Maicon, recuperado de uma lesão na coxa esquerda, reaparece. Sendo assim, Coutinho fica como opção no banco de reservas.No primeiro turno Vasco e Figueirense empataram por 1 a 1 no Rio de Janeiro. O confronto, quen foi disputado em um sábado à noite, ficou marcado pela grande festa promovida pela diretoria antes do encontro, que marcou a apresentação oficial de Juninho Pernambucano, então de volta da França, aos torcedores.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE X VASCO

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)

Data: 11 de setembro de 2011 (Domingo)

Horário: 16h(de Brasília)

Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)

Assistentes: Erich Bandeira (Fifa-PE) e Altemir Hausmann (Fifa-RS)

FIGUEIRENSE: Wilson; Bruno (Helder), João Paulo (Roger Carvalho), Edson Silva e Juninho (Pablo); Ygor, Túlio, Maicon e Elias; Wellington Nem e Somália

Técnico: Jorginho

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Victor Ramos e Julinho; Jumar, Rômulo, Allan (Fellipe Bastos) e Diego Souza; Eder Luis e Elton

Técnico: Cristóvão Borges