Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

De novo, São Silvestre é dominada pelos africanos

<p>No masculino, Giovani dos Santos foi 4º; Tatiele Carvalho chegou em sexto no feminino</p>

Por Da Redação Atualizado em 11 jan 2022, 22h08 - Publicado em 31 dez 2012, 08h53

Os africanos não deram chance nesta São Silvestre. Na modalidade masculina, os quenianos ficaram com os três primeiros lugares, em prova vencida por Edwin Kipsang, seguido por Joseph Aperomoi e Mark Korir em terceiro. O brasileiro Giovani dos Santos, de 31 anos, foi o quarto colocado.

Kipsang cruzou a linha de chegada com o tempo de 44min04s, após forte arrancada nos metros finais. Aperumoi marcou 44min14s, Mark Korir 44s20 e o brasileiro Giovani dos Santos, 44min50s.

Assim, os quenianos alcançaram sua 13ª vitória na história da prova masculina. O último triunfo havia acontecido em 2009, com James Kipsang, vencedor também em 2008. O último brasileiro a vencer a São Silvestre, foi Marílson Gomes dos Santos, em 2010 – que não disputou a prova deste ano.

No feminino, as africanas também dominaram as primeiras colocações. A vencedora foi a queniana Maurine Kipchumba, que conquistou o título da maratona da Pampulha neste ano, seguida pela tanzaniana Jakeline Juma Sakilu, e pela queniana Rumokol Chepkanan. A primeira não africana a cruzar a linha de chegada foi a brasileira Tatiele Carvalho, que chegou em sexto. Maurine Kipchumba completou os 15 quilômetros pelas ruas de São Paulo em 51min43.

A última brasileira a vencer a São Silvestre foi Lucélia Peres, na temporada de 2006. Desde então, ganharam as quenianas Alice Timbilili (2007 e 2010), Pasalia Chepkorir (2009), Priscah Jeptoo (2011) e Maurine Kipchumba, além da etíope Yimer Wude Ayalew (2008).

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade