Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

De ‘novo Pelé’ a incógnita: americano tenta virada na Bahia

Ele surgiu aos 14 anos mas jamais brilhou. Agora, espera se reerguer no Brasil

Freddy Adu escreveu com a perna esquerda um roteiro de Hollywood. Aos 14 anos, virou o rosto da Nike na Major League Soccer, estreou pelo DC United, bateu bola com Pelé em comercial. Foi estrela até os 18. Mas, aos 23, ainda tenta vingar. Naturalizado americano desde então, Adu passou de celebridade mirim (é o mais novo atleta a jogar como profssional pela MLS) a incógnita. Em cinco anos, vestiu oito camisas, nenhuma com o mesmo sucesso do início de carreira. O Bahia é a chance de redenção. Adu tinha convites para jogar na Suécia e na Austrália, mas escolheu o Brasil seduzido pela Copa. “Estou esperançoso que ele me ajude a conquistar uma vaga na seleção nacional. É por isso que eu vim.”

Leia a reportagem completa no site da revista Placar