Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Dario Franchitti vence 500 Milhas de Indianápolis

Por Nick Laham - 27 maio 2012, 20h49

O piloto escocês Dario Franchitti conquistou neste domingo sua terceira vitória nas 500 Milhas de Indianápolis, prova do automobilismo mais famosa nos Estados Unidos.

Franchitti, que já levou os títulos de 2007 e 2010, superou seu colega na equipe Chip Ganassi – o neozelandês Scott Dixon – e o brasileiro Tony Kanaan.

O veterano da Fórmula I Rubens Barrichello, que fazia sua estreia nas 500 Milhas de Indianápolis, foi o melhor entre os novatos, ao ficar na 11ª posição.

O escocês Franchitti, 39 anos, manteve a calma quando a poucos metros da chegada seu mais próximo perseguidor, o japonês Takuma Sato, perdeu o controle de seu carro quanto tentava ultrapassar por dentro e terminou batendo contra a barreira de proteção.

Publicidade

“Que corrida!. Acredito que Dan Wheldon ficaria orgulhoso disto”, disse Franchitti, dedicando sua vitória ao amigo e piloto britânico que morreu em um acidente da Indy em outubro passado, em Las Vegas.

Após descer do carro e saudar o público, Franchitti abraçou a mulher, a atriz Ashley Judd.

O escocês defende o título da IndyCar que conquistou no ano passado.

Franchitti superou hoje um pequeno acidente durante a corrida, que o fez cair para a 30ª posição, após ser tocado por trás pelo venezuelano Ernesto Viso quando se aproximava dos boxes para a primeira parada do dia, obrigando o escocês a um pit stop mais longo que o previsto.

Publicidade

“Viu?! Que palhaço!” – disse Franchitti pelo rádio.

Esta 96ª edição das 500 Milhas de Indianápolis foi uma das mais disputadas dos últimos anos, com 10 pilotos assumindo a ponta em diferentes momentos e apenas 17 dos 33 carros que largaram conseguindo terminar a prova.

Os motores Honda e Chevrolet dividiram os dez primeiros lugares em Indianápolis, com amplo domínio sobre a terceira marca na competição, a britânica Lotus, cujos dois únicos carros, pilotados pelo francês Jean Alesi e a suíça Simona de Silvestro, foram obrigados a deixar a corrida após 10 voltas devido à falta de velocidade.

Com a sexta corrida da temporada prevista para o dia 3 de junho, no Grande Prêmio de Detroit, o australiano Will Power se mantém à frente na classifição geral, com 200 pontos, seguido pelo brasileiro Helio Castroneves e pelo americano James Hinchcliffe, ambos com 164 unidades.

Publicidade

Resultado final das 500 Milhas de Indianápolis:

1. Dario Franchitti (SCO), 200 voltas em 2 h 58 min 51.253

(média: 269,941 km/h)

2. Scott Dixon (NZL) à m.t.

Publicidade

3. Tony Kanaan (BRA) m.t.

4. Oriol Servia (ESP) m.t.

5. Ryan Briscoe (AUS) m.t.

6. James Hinchcliffe (CAN) m.t.

Publicidade

7. Justin Wilson (ING) m.t.

8. Charlie Kimball (EUA) m.t.

9. Townsend Bell (EUA) m.t.

10. Helio Castroneves (BRA) m.t.

Publicidade

11. Rubens Barrichello (BRA) m.t.

12. Alex Tagliani (CAN) m.t.

Classificação dos pilotos no Campeonato IndyCar (após 5 das 16 corridas):

Publicidade

1. Will Power (AUS) 200 pontos

2. James Hinchcliffe (CAN) 164

. Helio Castroneves (BRA) 164

4. Scott Dixon (NZL) 153

Publicidade

5. Ryan Hunter-Reay (EUA) 143

6. Dario Franchitti (ESC) 136

. Simon Pagenaud (FRA) 136

Publicidade