Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Danica diz ter direito de temer prova da Indy no Japão

Por AE

Motegi – A piloto Danica Patrick reclamou nesta sexta-feira das críticas recebidas por ter expressado sua preocupação em participar de uma etapa da Fórmula Indy no Japão, que foi atingido por um terremoto, seguido de um tsunami, em março, que causou problemas nucleares.

Danica participa neste fim de semana da etapa japonesa da Fórmula Indy, em Motegi, que fica a 150 quilômetros da usina nuclear de Fukushima, que vazou radiação após ter sido gravemente danificada pelo terremoto de 11 de março.Ela disse que estava preocupada com os níveis de radiação na comida e água e a possibilidades de novos tremores.

A única vitória de Danica na Fórmula Indy foi conquistada no Japão em 2008. “Ter preocupações sobre a vinda para cá é completamente compreensível”, disse a norte-americana. “Agora que estou aqui, eu comi a comida, eu corro pela manhã, então eu estou fazendo as coisas que eu normalmente faço aqui e parece que está tudo bem”.

O terremoto danificou o circuito oval de Motegi e, com isso, a corrida de domingo será realizada em um circuito misto. Logo após a chegada de Danica e os outros pilotos na quinta-feira, a cidade foi sacudida por um terremoto de 6,2 graus na Escala de Richter.

Danica garante não ter sido a única a levantar preocupações sobre a prova no Japão. “Eu conheço um monte de pessoas que concordam, muitos de nós olhamos um para o outro e dissemos: ‘você vai comer aqui? Você comeu sushi?’ Todos nós já fizemos perguntas, mas parece bem”, disse a norte-americana, que foi alvo de críticas de outros pilotos, como o brasileiro Tony Kanaan.

TREINO LIVRE – O primeiro treino livre da Fórmula Indy no circuito misto de Motegi foi liderado pelo australiano Will Power, com o tempo de 1min39s474. Ele foi seguido pelo brasileiro Hélio Castroneves, seu companheiro de equipe na Penske, e pelo canadense James Hinchcliffe, da Newman-Haas.

Estreante, João Paulo de Oliveira, que corre pela Conquest, surpreendeu ao terminar a atividade em oitavo lugar. Os outros brasileiros tiveram desempenho discreto. Tony Kanaan, da KV, ficou na 14ª posição, Vitor Meira, da AJ Foyt, terminou em 17º lugar e Bia Figueiredo, da Dreyer & Reinbold, concluiu a sessão em 26º e último lugar.

O treino de classificação da etapa japonesa da Fórmula Indy acontece às 3 horas de sábado. A corrida será no domingo, a partir de 1 hora.