Clique e assine com até 92% de desconto

Dani Alves afaga Neymar em programa de TV: ‘Tem sensibilidade de criança’

Lateral do São Paulo e da seleção brasileira é o personagem central do "Grande Círculo", programa de entrevistas do canal SporTV que vai ao ar neste sábado

Por Da Redação Atualizado em 25 out 2019, 13h39 - Publicado em 25 out 2019, 13h29

Que a relação entre Daniel Alves e Neymar é fraternal, isso quase todo mundo sabe. O que pouco se ouve falar é sobre o tipo de conselho que o experiente lateral do São Paulo dá ao atacante do Paris Saint-Germain. Os dois jogaram juntos no Barcelona e PSG, além de terem disputado lado a lado duas Copas do Mundo com seleção brasileira. Para o jogador de 36 anos, Neymar ainda precisa aprender a se comunicar.

“Sempre dou conselho ao Ney. Acredito e falo que ele tem uma responsabilidade com muita gente, muitas pessoas e para mim deve se posicionar. Ele sabe o que penso. Falo abertamente, porque ele sabe e já falei inúmeras vezes. O Ney tem responsabilidade a partir do momento em que ele começa a ser referência para crianças, para outros atletas. Quando você começa a ter essa responsabilidade você não pode decepcioná-los”, disse Daniel Alves em entrevista ao programa “Grande Círculo”, do SporTV (a íntegra da entrevista será exibida neste sábado).

É criança ou não é? – Nos trechos divulgados antecipadamente pelo canal por assinatura, Daniel Alves teve que desfazer uma contradição sobre o ex-companheiro de clube. Primeiro, ao tentar explicar a personalidade de Neymar, o lateral disse que o camisa 10 da seleção é muito sensível, e que por isso ele, às vezes, se retrai. “Apesar de tudo o que pensam, o Ney é uma criança. (…) O Ney se afeta muito com muitas coisas, e com muitas coisas às vezes injustas.”

Questionado sobre essa postura condescendente em relação a um homem de 27 anos, atleta profissional há mais de uma década, Daniel Alves voltou atrás da primeira afirmação. “Vou corrigir: o Ney tem sensibilidade de criança. (…) O Ney não é uma criança, não. É um homem. Por isso exijo, querendo bem, quando estamos em off, falo que tem de se posicionar, porque as pessoas só começam a respeitar quando você se posiciona.” 

Daniel Alves disse que, embora seja “tão histórico quanto os jogadores de fora”, Neymar não é respeitado pelo público em geral. Por fim, o lateral, que dada sua vivência de anos na Europa costumava usar expressões literalmente traduzidas do espanhol, resumiu de uma forma bem brasileira o que pensa: “o Ney já tem ‘bago’ (sic) para poder falar o que ele quiser, porque já ganhou no futebol. Tem um monte que não ganhou e fica falando, comentando.”

Continua após a publicidade
Publicidade