Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Damião tem dois gols anulados, mas marca um e garante ponta ao Inter

O Inter não entrou em campo com todos os seus titulares, mas um de seus mais importantes jogadores garantiu a liderança no grupo 1 da Taça Farroupilha, segundo turno do Campeonato Gaúcho. Mesmo com dois gols anulados, um deles de bicicleta, Leandro Damião balançou as redes na vitória por 1 a 0 sobre Canoas, no Beira-Rio.

Graças ao gol marcado aos 15 minutos do primeiro tempo pelo camisa 9, o Colorado atingiu 16 pontos, cinco acima do segundo colocado São José, e resta apenas uma rodada antes das quartas de final deste turno. O Canoas se mantém na zona de classificação para a próxima, em terceiro lugar, com nove pontos.

Também pela chave, neste domingo, o Ypiranga assumiu a quarta posição ao vencer, em casa, o São Luiz por 1 a 0, com gol de Edinho, aos 36 minutos do primeiro tempo. Os anfitriões chegaram a oito pontos e deixaram os visitantes com cinco, na sexta colocação da chave.

O jogo – Mesmo já pensando no confronto de quarta-feira contra o Santos, pela Libertadores, em Porto Alegre, o Inter soube se impor desde o início do duelo contra o Canoas. Com a mobilidade de Tinga, recuperado depois de contusão, a equipe soube utilizar bem Leandro Damião como referência.

A estratégia deu resultado logo aos 15 minutos de partida, quando o goleiro do Canoas rebateu escanteio de Nei e o centroavante chutou duas vezes, uma delas em cima da zaga, para balançar as redes no Beira-Rio e marcar seu oitavo gol no Estadual, mesmo número de Kleber, do arquirrival Grêmio.

O Canoas até tentou reagir, mas continuou com seu goleiro, Vaná, como seu principal nome. Aos 30 minutos, o arqueiro evitou o segundo gol colorado com duas excelentes defesas na sequência em finalizações de Leandro Damião e Dagoberto. Mais tarde, quem ‘atrapalharia’ o atacante convocado por Mano Menezes seria o árbitr

Aos 47 minutos, Leandro Damião reclamou de pênalti, mas o árbitro apontou escanteio. A cobrança foi desviada pelo camisa 9 de bicicleta, mas o juiz voltou a parecer alegando domínio de mão do jogador. Na saída para o intervalo, Tinga chegou a pedir para o apitador parar de ‘pegar no pé’ do colega. Não adiantou. Aos 17 minutos do segundo tempo, Damião aproveitou sobra de Gilberto e marcou, mas estava impedido.

Os gols anulados, contudo, não fizeram falta. E o Inter, assim como Leandro Damião, enfrentarão o Santos com mais confiança na busca pela vaga na próxima fase da Libertadores.